Meio Bit » Baú » Indústria » Google quer mapear o solo dos oceanos da Terra

Google quer mapear o solo dos oceanos da Terra

01/05/2008 às 8:24

Não bastasse investir pesado em sequenciamento de DNA, o Google agora está colocando dinheiro em outra atividade a princípio não-lucrativa, mas que abre as portas para o futuro, atiçando o lado geek de todo mundo: Em dezembro reuniu, na sede da empresa, um time de oceanógrafos e especialistas, para delinear um projeto semelhante ao Google Earth, mas mapeando a topografia submarina dos oceanos da Terra.

A comunidade científica adorou, pois surpreendentemente, há muito pouco material em alta resolução do fundo dos oceanos. Conhecemos muito mais sobre o resto do Sistema Solar do que sobre nossos próprios mares. O próprio Espaço é um ambiente mais benigno do que as profundezas oceânicas. No espaço sua nave precisa resistir a uma pressão de 1 Atmosfera, de dentro pra fora. No fundo da Fossa das Marianas, seu submarino precisa resistir a 1000 Atmosferas, de fora para dentro. Mais gente esteve na Lua do que no fundo dos 11Km da Fossa. Na verdade só dois homens mergulharam lá até hoje.

Especialistas estimam que um navio oceanográfico levaria 100 anos para mapear os oceanos em alta resolução. Mas isso pode ser transformado em 50 navios levando dois anos, o único fator aqui é dinheiro, e isso o Google tem de sobra.

As aventuras do Google podem parecer temerárias de um ponto de vista empresarial tradicional, mas por outro lado eles estão fazendo um trabalho magnífico em colocar dinheiro nos projetos grandiosos, necessários mas que ninguém quer bancar, empurrando o avanço tecnológico com isso. Vide o prêmio de US$30 milhões para a primeira empresa privada que pousar um robô na Lua e transmitir um Mooncast de lá.

Fonte: CNet

relacionados


Comentários