Meio Bit » Baú » Internet » Estudante usa Twitter para escapar da cadeia no Egito

Estudante usa Twitter para escapar da cadeia no Egito

26/04/2008 às 17:25

Incrível, fantástico, extraordinário. O Twitter, uma das maiores inutilidades de todos os tempos, uma espécie de blog para gente com déficit de atenção foi usado de forma útil, construtiva e eficiente!

James Buck é um estudante americano que estava no Egito cobrindo protestos anti-governo para sua tese sobre "Os novos esquerdistas egípcios e a blogosfera" (não parece algo saído da UFRJ?). Alguns dias antes blogueiros egípcios o ensinaram a usar o Twitter, e durante o protesto ele ficou atualizando o seu microblog.

Como era de se esperar, o bicho pegou, a polícia chegou descendo a lenha e mandando pro camburão. No meio da confusão, mesmo tendo cara de gringo, James e seu tradutor, Maomé Maree, foram detidos. Curiosamente não tiraram o celular de James, que postou uma única mensagem no Twitter: "Preso.".

Imediatamente blogueiros nos EUA e no Egito começaram a se mexer, pois o principal nesses casos é fazer com que as "autoridades" saibam que alguém sabe que você foi preso, assim não dá pra "desaparecerem" com alguém.

Na delegacia, "prestando esclarecimentos", James Buck continuou atualizando seus leitores, via Twitter. No final ele foi liberado, mais mas seu companheiro foi transferido para outra delegacia, e agora as autoridades egípcias negam fornecer qualquer informação sobre sua localização.

Disso tudo podemos tirar uma grande lição sobre a nova mídia, microblogging, o poder das telecomunicações funcionando a nível pessoal, etc, etc, etc:

Quando prender alguém CONFISQUE CÂMERAS E CELULARES. Simples assim. Pombas, é difícil achar capangas competentes hoje em dia!

Fonte: CNN

relacionados


Comentários