Meio Bit » Baú » Indústria » Microsoft amplia a sobrevida do XP para ULCPCs

Microsoft amplia a sobrevida do XP para ULCPCs

04/04/2008 às 13:56

Uma das regras básicas do mundo moderno é que o Consumidor é Rei. Por mais que as Grandes e Malvadas Corporações queiram, não conseguem vender geladeira para esquimós, e nenhuma campanha publicitária no mundo fará um homem comprar absorventes para uso próprio.

Em tecnologia é a mesma coisa. Não adianta dizer que seu produto é maravilhoso se a experiência do usuário, de seus amigos, de seus blogs de confiança diz o contrário. O Windows Vista é um excelente sistema para máquinas poderosas ou máquinas simples mas bem-afinadas, como meu comatoso PC, mas não é um sistema realmente bom para o usuário simples.


O XP, entretanto, é excelente. Hoje as máquinas evoluíram o bastante para apresentarem excelente performance, o sistema que era decente desde o começo hoje está cheio de melhorias, inclusive aumento em 10% de performance no último Service Pack.

As frescuras visuais que tanto foram ponto de venda da Microsoft (e são igualmente do pessoal do Compyz/XGL, whatever) na realidade não são úteis, no dia-a-dia Aero ou não Aero não afeta a produtividade. As GRANDES mudanças do XP Vista não são na superfície, a reestruturação maior foi na área de drivers, gerenciamento de memória e muitas outras, mas isso não interessa ao consumidor comum.

Assim a Grande e Malvada Microsoft não conseguiu seguir seu roadmap, foi forçada (não por um bando de juristas europeus invejosos, mas pelos Consumidores) a ampliar o suporte ao XP. Agora, com o advento de pobre-notebooks, os ULCPC - Ultra Light-Cost PCs", Tio Bill percebeu que não tinha nenhuma "distro" adequada para essas máquinas.

Isso forçou muitos fabricantes a disponibilizar Linux em suas máquinas. No caso do Asus Eee, até vinha um CD com drivers para XP, mas não era possível oferecer uma instalação default, o sistema estava em vias de ser descontinuado.

Redmond, felizmente (para os consumidores que preferem XP) percebeu o drama, e ampliou novamente a sobrevida do suporte ao XP, especialmente para ULCPCs, como o Asus Eee.

Os fabricantes desses equipamentos poderão vender máquinas com XP pré-instalado até 30/6/2010, ou um ano após o lançamento do Windows 7, o que vier primeiro. O suporte da Microsoft irá até 2014.

A lição aqui vale tanto para a Microsoft como para o pessoal do Software Livre: Não adianta dar algo ao consumidor e dizer "é disso que você precisa". O consumidor sabe o que quer, e se há algo que não interessa a ele é a postura "use isso pois a concorrência é pior".

Pare de falar mal da concorrência, preocupem-se em criar produtos que seu consumidor QUER usar. Ele, o Consumidor, é quem manda. Não é o Stallman, não é o Gates, não é nem o Ballmer.

De resto, o Consumidor preferir o Asus Eee rodando XP foi uma lição de humildade não só para o Linux mas para a Microsoft igualmente.

Espero que aprendam.

Fonte: Cnet
Fonte das fotos das japinhas: Este blog (NSFW)

relacionados


Comentários