Meio Bit » Baú » Internet » 67% dos usuários acham que suas fotos não estão online

67% dos usuários acham que suas fotos não estão online

22/03/2008 às 15:10

Enquanto o pessoal da segurança se esgoela tentando ensinar conceitos de privacidade, os usuários ainda insistem em não entender como a Web funciona. Vemos desde gente (Não é, Feio?) que cria perfis falsos no Orkut para fugir da namorada, a gente que reclama que sua privacidade foi violada, quando alguém visualiza um perfil (também no Orkut) que foi voluntariamente preenchido pela própria pessoa.

Pior: 60% dos usuários não está preocupada com a quantidade de informação sobre eles disponível online, e 61% não tomam atitudes para limitar essa informação.

Na parte de imagens, 1 em cada 4 usuários dizem que há fotos deles online. 10% dizem não saber, já 2 em 3 dizem que não, não há foto deles online.


Lick the cheerleader, lick the world - É, a Hayden
Pannetierri não esperava mesmo que essa foto caísse na Net?

Assumindo que uma foto pitoresca SERÁ subida para algum lugar, e que "claro que vou apagar depois de ver" é a versão online de "só a cabecinha", dá para entender a quantidade enorme de fotos constrangedoras disponíveis. É como as famosas Sex Tapes de famosas. Pombas, é difícil entender que se o ato (sem trocadilhos) está sendo filmado, ALGUÉM vai ver aquela fita mais cedo ou mais tarde?

Isso acarreta prejuízos morais (como aquela menina de Ribeirão Preto, que foi pro motel com dois, tirou trocentas fotos e depois veio dizer que foi montagem) mas também prejuízos financeiros. Vejam por exemplo Ashley Dupre, a garota de programa de US$5 mil (não, não vale) que provocou a renúncia do Governador de Nova York. Joe Francis, o canalha que é dono da franquia Girls Gone Wild ofereceu US$1 milhão para ela aparecer em um editorial de fotos (vestida) e participar da turnê de filmagens dele.

Problema: Após alguma pesquisa, o pessoal de Francis descobriu que Ashley já havia participado de uma gravação deles, mostrando muito mais do que "deveria". O vídeo, infelizmente SFW está aqui. Ou seja: um vídeo exibicionista e gracinhas diante da câmera custaram a ela US$1 milhão.

Fonte: Yahoo News

relacionados


Comentários