Meio Bit » Baú » Indústria » gOS? No, thanks.

gOS? No, thanks.

12/03/2008 às 3:52

O sucesso que muitos imaginavam (até eu) foi aparente. Apesar de ter vendido 10 mil unidades nas primeiras 48 horas, da Everex ter lançado o gOS2 (atualização da máquina original), e o CloudBook (laptop com cara de OLPC) custar apenas 399 dólares, o Wall Mart está deixando de vender os computadores com Linux da Everex em suas lojas. A recusa do Wall Mart aconteceu pois, segundo anunciado, o público alvo (da loja) não quer comprá-lo.

12-03-08 Apple 1984

A data não foi anunciada, mas a rede de supermercados não irá mais repor os estoques de máquinas gOS em suas lojas, tornando a forma de venda para este equipamento, exclusivamente online. Isso também pode acontecer só enquanto o Wall Mart não terminar de se livrar vender as peças remanescentes, e acredito (opinião pessoal) que, vendendo tudo, eles não irão mais negociar gOS/CloudBook com a Everex. Apesar disso, o computador custa apenas 199 dólares e não acompanha monitor. A distribuição é muito bonita, apesar de ser baseada no Ubuntu, e sincroniza com várias aplicações do Google por default. O hardware é modesto e econômico em energia. Uma pena, se tivesse no Brasil eu já teria comprado um.

Porém, isso me fez lembrar um fato que presencei a cerca de um mês. Fui numa loja do Wall Mart, situada na Capital dos Comedores de Pequi, e enquanto olhava os CDs na sessão de informática, escutei o diálogo entre um vendedor de informática e uma compradora. Após passar as informações do hardware do equipamento (não lembro a marca), o vendedor pronunciou em alto e bom tom: "Linux não presta. Só serve para baratear a instalação do Windows, pois a senhora terá que fazer por fora", e ao olhar para eles, reparei no vendedor entregando seu cartão para a compradora.

As situações são bem diferentes entre o Wall Mart internacional e o Wall Mart brasileiro, sem dúvida alguma. Mas, será que as vendas do gOS podem ter sido prejudicadas por outros fatores, como por exemplo, o evidente despreparo dos vendedores no ato de oferecer o produto ao consumidor? Explicaria muita coisa...

Via: SlashDot

relacionados


Comentários