Meio Bit » Baú » "o software livre não deveria existir"

"o software livre não deveria existir"

27/02/2008 às 18:52

Isso foi dito por Alexey Pazhitnov, criador do Tetris, em uma entrevista para o site Consumer.es. O russo pega MAIS pesado ainda:

"Minha opinião sobre o software livre é que ele nunca deveria ter existido e que nos dias de hoje ele não deveria existir"

"O software livre não é bom para o desenvolvimento da tecnologia, não tem projeção no mercado, não cria riqueza, é apenas uma mostra de rebeldia estéril"



"As idéias de Stallman pertencem ao passado, faziam sentido nos anos 70 e 80. Eu também compartilhei desse ideal quando era jovem. Naquela época não havia possibilidades de negócio e parecia lógico compartilhar os avanços obtidos nas universidades para que eles se espalhassem."

O bom doutor sofreu bastante quando o Tetris foi usado e abusado, no auge da União Soviética, e ele só foi receber os méritos (e royalties) com o fim da Cortina de Ferro, talvez isso explique essa rejeição a tudo que pareça comunismo. E convenhamos, para ter cara de militante do PCB o Stallman só falta a barba.

Mesmo assim ele está pegando MUITO pesado, pois o Software Livre não é feito só de radicais anacrônicos como Stallman, e assim como vinho tinto, consumido com moderação faz bem à saúde.

Talvez o professor Pazhitnov tenha sido mordido por um Ballmer radioativo, quando trabalhou na Microsoft, entre 1991 e 2005, mas é curioso o quanto radicalismo, de qualquer lado, se torna facilmente algo ridículo.

Fonte: Info, via dica do leitor Rodrigo Ávila

relacionados


Comentários