Meio Bit » Baú » Games » NetherRealm e Interceptor descobrem que PC pode ser lucrativo

NetherRealm e Interceptor descobrem que PC pode ser lucrativo

Desenvovledoras do Mortal Kombat e do Rise of the Triad conseguem sucesso no PC e mostram como plataforma pode ser lucrativa.

14/08/2013 às 14:30

mortal-kombat

Durante muito tempo defendeu-se a ideia de que o PC era uma plataforma onde obter lucro era algo complicado, muito por causa da pirataria. Se essa linha de raciocínio era correta ou não eu não sei, mas o fato é que hoje os computadores são uma fonte importante de renda para muitas desenvolvedoras e foi o que descobriram NetherRealm Studios e Interceptor Entertainment.

Começando pela empresa de Ed Boon, responsável pela franquia Mortal Kombat, a última versão do jogo de luta só apareceu no PC em julho passado, quase dois anos depois de chegar aos consoles e mesmo assim, ao ser questionado no Twitter se as vendas iam bem, o game designer afirmou que estavam muito, muito acima do esperado.

O curioso é que a revelação é bastante diferente de um comentário feito no início deste ano por Katsuhiro Harada, produtor da série Tekken, que também pelo Twitter disse que embora ele seja um jogador de PC, acha que a plataforma não se dá muito bem com os jogos de luta.

Já no caso da Interceptor a experiência no PC parece ter sido ainda melhor que a vista pela NetherRealm. Criadores do remake do Rise of the Triad, o estúdio divulgou que o valor investido na criação do jogo foi recuperado no dia do seu lançamento e segundo o diretor de marketing da empresa, Dave Oshry, eles sabiam que se mantivessem os gastos baixos e escolhessem os canais corretos para distribuição, o retorno seria bom.

É claro que a distribuição digital e a popularização de serviços como o Steam ajudaram nesse processo, mas o importante é que as empresas percebam que o PC é uma plataforma que não deve ser ignorada, principalmente em mercados como o nosso, onde os consoles e seus jogos continuam custando muito caro.

[via PCGamesN e Gamefront]

relacionados


Comentários