Meio Bit » Baú » Games » Porque as empresas de games não querem meu dinheiro?

Porque as empresas de games não querem meu dinheiro?

Numa época em que a distribuição digital tem sido tão difundida, porque as empresas continuam nos impondo barreiras estúpidas como poucas formas de pagamentos?

12/08/2013 às 13:00

microsoft-points

Sábado passado eu tive uma experiência na Xbox Live que me fez pensar em como a burocracia imposta pelas fabricantes de consoles impedem que elas - e consequentemente as desenvolvedores - deixem de ganhar dinheiro.

Tudo começou ao testar a demo do Brothers: A Tale of Two Sons o que me convenceu de que valia a pena comprar o jogo da Starbreeze Studios. Como eu também quero jogar o remake do Flashback que sairá no dia 21 desse mês, decidi aproveitar que tinha alguns dólares no Paypal para colocar crédito na rede do Xbox 360, quando começou minha dor de cabeça.

Caso não saiba, a versão norte-americana da Live nos permite realizar pagamentos utilizando o Paypal, mas aparentemente a Microsoft não está mais aceitando utilizarmos como pagamentos o saldo que tivermos por lá, apenas cartão de crédito.

Eu não sei se o problema estar no fato do endereço da minha Live não ser o mesmo registrado no Paypal e talvez a Microsoft faça isso para impedir fraudes, mas o fato é que após algumas tentativas sem sucesso acabei desistindo e gastando o dinheiro no Steam, onde também queria alguns jogos.

Por falar em Steam, é incrível a facilidade que temos de adquirir (quase) qualquer coisa por lá. Tudo bem, há alguns títulos que estão bloqueados para o Brasil, o que não deixa de ser lamentável, mas quando se trata da forma como iremos pagar temos uma infinidade de opções, entre elas boleto bancário ou usar o Paypal, seja com cartão ou aproveitando nosso saldo, independente da moeda em que ele esteja.

Mas voltando aos consoles, se engana quem pensa que a Xbox Live é a única a possuir problemas. Colocar crédito na PlayStation Network é ainda pior e embora a rede da Sony tenha passado a aceitar o Paypal recentemente, essa função não está disponível aqui do Brasil, nem se utilizarmos uma conta americana da PSN.

Alguém até poderá dizer que eu nem tenho do que reclamar, afinal estava tentando utilizar algo que não está disponível para os brasileiros, mas penso que é exatamente este o problema, porque temos que ser excluídos de funções que visam facilitar a vida do consumidor?

Numa época em que tanto os estúdios quanto as fabricantes tentam nos vender a ideia de que a distribuição digital é boa para todos, porque continuar impondo barreiras estúpidas que só nos incentivam a migrar para outras plataformas? Será que os meus dólares valem menos do que aqueles gastos pelos americanos?

Enfim, seja lá por qual motivo for, a burocracia da Microsoft me impediu de lhes dar um pouco de dinheiro e principalmente, aos estúdios responsáveis pelos títulos que eu queria jogar e que veja só, cedo ou tarde eles estarão disponíveis no Steam por preços até menores e onde sei que não terei problemas para comprá-los, seja com dólares, reais, euros ou até mesmo com o crédito obtido pela venda de algumas cartas virtuais.

relacionados


Comentários