Meio Bit » Baú » Games » All You Can Arcade, a empresa que aluga fliperamas

All You Can Arcade, a empresa que aluga fliperamas

Podem invejar os moradores da Califórnia, por lá eles contam com um serviço de locação de fliperamas.

12/08/2013 às 10:00

arcades

Quem foi gamer durante as décadas de 80 e 90 provavelmente carrega consigo até hoje o sonho de ter um arcade em sua casa. Tendo nos “roubado” milhares de cruzeiros, cruzados ou qualquer que fosse a moeda do mês, a ideia de poder jogar numa máquina daquelas a qualquer hora e sem precisar gastar com fichas ou correr o risco de ser esfaqueado é algo fantásticos, mas quem já tentou matar essa vontade sabe o quão complicado isso pode ser.

Até pouco tempo eu tinha um gabinete desses na minha casa, mas sem paciência para reformá-lo e com os cupins devorando a máquina, resolvi me desfazer dele e hoje tenho guardada apenas a placa de um X-Men vs. Street Fighter. Talvez um dia eu retome esse projeto, mas quem mora nos Estados Unidos tem uma maneira bem mais fácil de torná-lo realidade, se não comprando, ao menos alugando um fliperama.

Conhecida como All You Can Arcade, a empresa situada em São Francisco e criada pelos irmãos Seth e Timothy Peterson cobra uma mensalidade de US$ 75 (além de um depósito de igual valor) e dá aos seus clientes a possibilidade de alugarem qualquer uma das máquinas de seu catálogo, que hoje conta com 100 títulos e a promessa é de que outros sejam adicionados com o passar do tempo.

Essa pode até não ser a maneira como muitos imaginavam ter um arcade em sua casa, mas não há como negar que o sistema possui uma série de vantagens, com a principal delas sendo a possibilidade de trocarmos de jogo quando tivermos enjoado daquele que está com a gente no momento. Além disso, é importante dizer que as máquinas não precisam de dinheiro para funcionar e os caras ainda se encarregam do frete, e se você já carregou uma máquina dessas, deve saber que este não é um processo muito simples.

Alguns dirão que vale mais a pena comprar um gabinete e colocar um MAME dentro, mas eu gostei da ideia e se morasse por lá acho que assinaria o serviço.

[via Polygon]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários