Meio Bit » Baú » Internet » Assim como Mogo, 70% dos 500 maiores CEOs da Fortune não socializam

Assim como Mogo, 70% dos 500 maiores CEOs da Fortune não socializam

"Socializar para quê? Estou ocupado trabalhando!" Da lista dos 500 CEOs mais bem sucedidos da Fortune, 70% não utiliza nenhuma rede social

08/08/2013 às 9:24

Rupert Murdoch: um dos mais ativos da lista, que tuíta frequentemente

Nesse momento em que as redes sociais estão bombando, empresas e executivos tentam se aproximar e manter um contato mais próximo com seus clientes e/ou seguidores. Mas existe uma turma que literalmente não dá a mínima para Twitter, Facebook e cia: o Top de 500 CEOs da revista Fortune, os mais bem sucedidos do mundo.

O estudo publicado pela Domo e CEO.com indica números bem interessantes: dos 500 principais executivos da lista, apenas 30% deles estão presentes em alguma rede social. Os outros 70% estão completamente fora desse mundo. Dos que estão conectados de alguma forma, a imensa maioria, 129 executivos possuem uma conta no LinkedIn, como era de se esperar, afinal, o que mais eles deveriam dar importância são realmente contatos profissionais.

Olhando para as outras redes, o Twitter é a segunda mais usada: 19 executivos possuem contas (3,8% do grupo inteiro), mas apenas 9 estão relativamente ativos, entre eles o diretor e CEO da News Corp. Rupert Murdoch, que entrou em janeiro e possui mais de 450 mil seguidores; sua última mensagem foi há quatro dias. Meg Whitman, CEO da HP postava com certa regularidade até 06/10/2011, quando silenciou. Ainda assim possui 237 mil seguidores. Warren Buffet, o famoso investidor de Wall Street conseguiu a façanha de arrebanhar mais de meio milhão se pessoas com apenas duas mensagens no dia em que entrou, e desde então nada. Ainda assim, eles são mais ativos do que uma certa presidenta (969 dias e contando).

O Facebook perdeu membros, de 38 em 2012 para 35 em 2013, desses, apenas dois possuem uma rede com mais de 500 amigos. Já o Google+, coitado, conta com apenas cinco CEOs. Ou quatro, já que um deles não conta: Larry Page. O Pinterest é completamente ignorado: nenhum executivo a utiliza.

O mais provável é que os que não usam redes sociais estejam muito ocupados trabalhando, ou você acha que eles chegaram onde estão tuitando? 🙂

Fonte: Mashable.

relacionados


Comentários