Meio Bit » Baú » Games » XSEED está mesmo pretendendo localizar os games das ninjas peitudas? [UPDATE]

XSEED está mesmo pretendendo localizar os games das ninjas peitudas? [UPDATE]

Por mais "Japão-like" que a série Senran Kagura possa ser, XSEED pode estar realmente considerando localizá-la para o Ocidente

06/08/2013 às 17:30

senran-kagura

Senran Kagura é uma franquia muito popular no Japão por motivos óbvios: pensado com um produto multiplataforma, o primeiro game para 3DS e a primeira versão do mangá (existem vários) foram lançados quase que simultaneamente, e a temática é bem simples: ninjas, fanservice, peitos, fanservice, combates impossíveis, fanservice e uma dose mínima de mistério e drama. Ah, eu já falei fanservice?

Eu testei um pouco de Senran Kagura: Shinovi Versus, versão do PS Vita que o Cardoso já mencionou anteriormente, e o game é até divertido, mas é um produto pensado única e exclusivamente para aquele tipo de gamer freak que você já imaginou. Claro, os games vendem cântaros no Japão, mas é um produto que diziam que não seria possível localizar.

Ledo engano, pervertidos existem em todo lugar do mundo. A XSEED registrou o domínio hanzonationalacademy.com, que é o nome da academia ninja onde se passa a série de jogos. Além disso, a empresa tuitou uma imagem estranha, que nada mais é que um quadrado cor de pêssego, que foi retuitada pelo criador da série Kenichiro Takaki (auto-entitulado um "fanático por peitos") e adicionou "o que está acontecendo?" numa mensagem seguinte. Conhecendo o autor, há quem diga que a imagem é um close extremo de, digamos, um "atributo físico" de uma das personagens.

Há quem acredite que o bom resultado do anime (claro que tem um anime, você duvidava disso?), que foi recentemente licenciado nos Estados Unidos, tenha sido o motivo dessa empreitada da XSEED. Com uma cena dessas no primeiro episódio, eu entendo a empresa perfeitamente:

boobs

UPDATE: o criador Kenichiro Taka anunciou no Twitter que o escolhido para localização foi Senran Kagura Burst, o segundo título do 3DS. Ele vendeu bem menos que o game do Vita (ele levou 37 semanas para alcançar a marca das 100 mil cópias vendidas, ao passo que Shinovi Versus só precisou de uma para isso), então pode ser que os outros games sigam o mesmo caminho.

Fonte: Gematsu.

relacionados


Comentários