Meio Bit » Baú » Games » CD Projekt RED, o estúdio que não acredita em DLCs pagos

CD Projekt RED, o estúdio que não acredita em DLCs pagos

CD Projekt RED não descarta a venda de conteúdos adicionais para seus jogos, mas diz que essa não é a política do estúdio.

01/08/2013 às 14:30

the-witcher-3

Por mais que eu acredite que uma empresa mereça ser recompensado pelo seu trabalho, não serei hipócrita a ponto de dizer que não gosto de ter acesso a jogos ou conteúdos adicionais pelo menor preço possível e em se tratando deste último, uma das desenvolvedoras que mais merecem elogios é a CD Projekt RED.

Em ambos os jogos criados por eles nós vimos o lançamento de atualizações que melhoraram consideravelmente o que haviam entregado inicialmente e ao contrário do que se tornou padrão nos últimos anos, essas adições foram disponibilizadas gratuitamente.

Como o The Witcher 3 está em produção, o diretor Konrad Tomaszkiewicz foi questionado se eles pretendem seguir com essa postura e sua resposta foi bastante empolgante.

Nós podemos vender conteúdo adicional aos jogadores no futuro, mas isso não é algo em que acreditamos. Nós acreditamos em patches, correções e que os conteúdos adicionais podem ser oferecidos aos jogadores sem que haja cobrança. Apenas algo REALMENTE grande e algo que não faça você se sentir roubado justifica uma cobrança. Se decidirmos que iremos lhes cobrar por algo, pensamos que você gostará do que receberá em troca.

Vindo da CD Projekt esta declaração nem chega a ser surpreendente, mas como vivemos numa época em que um jogo de US$ 60 não tem o menor pudor de tentar nos empurrar uma infinidade de itens estéticos e que obviamente nos custarão alguns dólares, é muito bom ver o que a independência pode oferecer a um estúdio e na minha opinião, esse tipo de agrado feito ao consumidor acaba se convertendo em mais vendas, o que pode pagar o investimento feito nessas grandes atualizações.

[via Examiner]

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários