Meio Bit » Baú » Games » XCOM faz Take-Two defender “preço cheio” em jogos para tablets

XCOM faz Take-Two defender “preço cheio” em jogos para tablets

Take-Two vê a versão do XCOM: Enemy Unknown vender bem na App Store e diz que jogos podem vender mesmo custando mais caro.

01/08/2013 às 11:30

xcom-enemy-unknown

A prática de vender jogos para smartphones por preços irrisórios teve dois efeitos muito interessantes na indústria de games. Por um lado isso fez com que eles se tornassem extremamente populares, mas por outro foi responsável por criar uma cultura de que qualquer game deveria custar US$ 0,99.

Devido a este ilusão, sempre que um título é anunciado para celular ou tablet com um preço mais elevado é relativamente comum vermos um grupo de jogadores reclamando, mas Strauss Zenick, presidente da Take-Two, saiu em defesa do lançamento de títulos mais caros, tudo graças a desempenho do XCOM para iPad.

O sucesso do XCOM: Enemy Unknown para iOS ilustra que o consumidor está disposto a pagar um preço premium por uma experiência premium de entretenimento em qualquer plataforma.

Embora não tenha dado números precisos, Zenick afirmou que o título entrou na lista dos 10 programas mais vendidos na App Store e que isso abre as portas para que a editora leve outras de suas franquias de grande porte para as plataformas móveis e como os tablets estão se tornando cada vez mais poderosos, espera que em breve os jogos AAA para eles possam ser lançados junto com suas versões para PC e consoles.

Eu confesso que ainda não me sinto muito a vontade em pagar valores relativamente altos por jogos para tablets/celulares, mas talvez pense assim por não encarar esses aparelhos como plataformas para jogos. Além disso, fico com a sensação de que o XCOM: Enemy Unknown e sua média média 92 (a maior entre todas versões) está mais para uma exceção, mas se ele servir como parâmetro para futuros lançamentos, então não vejo problema em jogos melhores custarem um pouco mais caros.

[via Pocket Gamer]

relacionados


Comentários