Meio Bit » Baú » Games » Enquanto Nintendo do Japão fecha a porta na cara dos indies, Microsoft os acolhe no Xbox One

Enquanto Nintendo do Japão fecha a porta na cara dos indies, Microsoft os acolhe no Xbox One

Duas empresas, duas políticas: Microsoft pode mudar regras e permitir que indies auto-publiquem seus jogos, enquanto Nintendo do Japão não está aceitando novos cadastros

24/07/2013 às 17:30

gogoni-mutant-mudds

Com certeza não é fácil ser um desenvolvedor de games independentes. Quando a Microsoft anunciou o XBox One, levantou-se uma polêmica acerca das restrições de publicação de novos games para o Xbox One. Em suma, apesar da Microsoft ter voltado atrás e dizer que os indies são importantes, a principal reclamação, a da impossibilidade de auto-publicar seus games, permanecia inalterada.

Até agora. Segundo informes a Microsoft está revendo sua política e está para anunciar um novo processo de certificação levemente inspirado no iTunes, com um período de até 14 dias para testes, correção de bugs e decisão dos preços e data de lançamento dos jogos, sem interferência da Microsoft. Além disso, a empresa permitirá que o Xbox One seja usado para caçar os bugs das versões beta dos games, mas é claro que isso será restrito a assinaturas de desenvolvedores.

Se por um lado a Microsoft dá a mão aos indies, por outro a Nintendo bota os desenvolvedores para correr, pelo menos os japoneses. Durante a GDC 2013 realizada em março, a empresa revelou novas ferramentas como o Unity para o Wii U e o Nintendo Web Framework, que facilitam em muito o desenvolvimento de jogos. Além disso a empresa facilitou a auto-publicação de jogos indies em seus consoles.

Quer dizer, em partes. Os desenvolvedores japoneses relatam só agora (um pouco tarde, eu diria) que a Nintendo fechou a porta para devs locais:

gogoni-indies

Apesar de se tratar de um questionário divulgado durante a CVG, muitos desenvolvedores japoneses ficaram confusos se isso ainda valeria ou não. Infelizmente a Nintendo confirmou o fato à CVG, dizendo que as políticas de licenciamento variam de região para região, e que no momento a Nintendo do Japão não está aceitando nenhuma inscrição de desenvolvedores japoneses.

Ainda que o 3DS venda bem, é questionável essa decisão da Nintendo, que não entrou em detalhes. Aparentemente a Nintendo japonesa não trabalha com indivíduos, mas com empresas, o que explica que desenvolvedores menores não possam entrar no Wii U. Mas pessoalmente, dada a situação atual de seu console de mesa não considero essa uma decisão das mais inteligentes.

Fontes: CVG e GameInformer.

Leia mais sobre: , , , , , .

relacionados


Comentários