Meio Bit » Arquivos » Fotografia » Nokia Lumia 1020 - primeiro teste prático de fotografia

Nokia Lumia 1020 - primeiro teste prático de fotografia

Dpreview compara o Lumia 1020 ao Galaxy S4, iPhone 5 e Lumia 920: quem fotografa melhor?

24/07/2013 às 13:53

Tenho até medo de tocar neste assunto novamente, visto que muita gente não entendeu muito bem o tema do texto anterior. Em nenhum momento foi dito que o celular da Nokia era ruim, até porque ninguém testou o brinquedinho ainda, mas que seria mais interessante investir em tecnologias que melhorassem a qualidade de imagem mantendo uma baixa densidade de pixels, já que essa característica poderia deflagrar uma nova guerra dos megapixels, só que agora em aparelhos mobile. Mas, não poderia deixar de noticiar o primeiro teste prático do novo celular da Nokia. E quem fez foi a galera do Dpreview, que muitos acusam de não serem imparciais, mas eles possuem experiência, metodologia e tradição nessa área.

O Dpreview teve um aparelho em mãos por 24 horas e colocou ele para fotografar em diferentes cenários e condições de luz e fez comparações em ambiente controlado e com outros celulares top de linha. O Nokia Lumia 1020 possui um sensor CMOS retroiluminado de 1/1,5 polegadas com 41 megapixels de resolução. A lente é uma Zeiss com 6 elementos óticos com estabilização de imagem e abertura de diafragma em f/2,2. Todas as fotos deste teste foram feitas utilizando o modo automático do aplicativo Camera Pro. Segundo os testes em condições normais de iluminação a câmera se mostrou competente, mas com pequenos erros nas configurações do balanço de branco. Já as fotos feitas com configuração reduzidas de 5 Mp se mostraram muito mais acertadas em sua representação tonal. Aqui nada de mais, pois sabemos que quase toda câmera fotográfica tem dificuldade de acertar o balanço de branco no modo automático. Outro ponto negativo é o aparecimento de efeito flare quando foi executada filmagens em ambiente aberto. Em alguns casos fica bonito, mas aqui pode ser considerado como um defeito. Um ponto positivo desta parte do teste é a confirmação da eficácia do flash do equipamento, que se mostrou bem poderoso quando foi preciso utilizá-lo.

No caso da fotografia utilizando a resolução de 38 megapixels existem algumas implicações. Teoricamente, a densidade de pixels deste sensor é muito maior do que seria indicado, mas a retenção de detalhes está muito maior do que em qualquer outro celular em produção atualmente. Infelizmente, tamanha resolução também deixa em evidência a maioria dos defeitos que aparecem em fotos de celulares, como as aberrações cromáticas. A lente demonstra muita nitidez no centro e vai perdendo qualidade conforme chegamos nas bordas. A representação de cores é muito boa e o balanço de branco puxa um pouco para o azul (tons mais frios).

Nos testes de ambiente controlado, onde os rivais foram o Samsung Galaxy S4, o Lumia 920 e o iPhone 5, é que vimos a força do Lumia 1020, principalmente na resolução de 5 megapixels onde tivemos o maior rendimento do sensor. Detalhes, redução de ruído e demais características da qualidade de imagem foram bem melhor representados do que em seus concorrentes, mostrando que este é o melhor celular a capturar imagens até agora produzido.

Concluindo, o Dpreview aponta que o Nokia Lumia 1020 é o primeiro celular que você pode encarar como uma câmera séria, principalmente por conta das possibilidades do Camera Pro e do acessório em forma de empunhadura que foi lançado juntamente com a câmera. Porém, eles frisam que as fotos foram feitas somente no modo automático e que existem muitas outras possibilidade de configurações que eles não conseguiram testar por conta do pouco tempo que tiveram com o equipamento. Mas, já da para ter um gostinho do que é capaz de se fazer com o aparelho.

nokia_lumia_1020

Vejam aqui o teste completo.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários