Meio Bit » Baú » Internet » Página de suporte do Viber é desfigurada e base de dados dos usuários é invadida

Página de suporte do Viber é desfigurada e base de dados dos usuários é invadida

23/07/2013 às 18:30

Página de suporte do Viber desfigurada

Página de suporte do Viber desfigurada

Os últimos dias têm sido muito agitados para os setores de segurança da informação de grandes empresas ao redor do mundo. Somente nos últimos dias, vocês leram, aqui no Meio Bit, sobre o problema enfrentado pela Canonical através do fórum do Ubuntu, da queda do Developer Center da Apple, assim como do comprometimento da conta de usuários do Gmail para o envio de spam. A bola da vez é do Viber, famoso aplicativo de chamadas gratuitas e IM.

A página de suporte do Viber foi invadida pelo grupo Syrian Electronic Army (SEA) que, além de ter desfigurado a página, ainda conseguiu capturar “parcialmente” a base de dados dos usuários do serviço. Segundo o SEA, a empresa monitora e rastreia todos os movimentos dos usuários, como devices e IPs, e, através do Twitter, recomendou que todos os usuários excluam imediatamente o app de seus gadgets.

SEA recomenda, através do Twitter, que usuários excluam o app

SEA recomenda, através do Twitter, que usuários excluam o app

Para completar a lambança, o SEA divulgou, na página de suporte desfigurada, todos os nomes e números de telefone dos administradores do Viber. Algo me diz que eles não devem estar tendo sossego...

Via The Hacker News

Atualização:

O TechCrunch divulgou um comunicado oficial do pessoal do Viber sobre o incidente:

Hoje, o site de suporte do Viber foi desfigurado após um funcionário da empresa, infelizmente, ter sido vítima de um ataque de phishing via e-mail. O ataque de phishing permitiu o acesso a dois sistemas menos importantes: um painel de suporte ao cliente e um sistema de administração de apoio. As informações de um destes sistemas foi publicado na página desfigurada.

É muito importante ressaltar que nenhum dado confidencial do usuário foi exposto e que os bancos de dados do Viber não foram "hackeados". As informações particulares sensíveis dos usuários são mantidas em um sistema seguro que não pode ser acessado através deste tipo de ataque e não faz parte do nosso sistema de suporte.

Levamos este incidente muito a sério e estamos trabalhando agora para restaurar o acesso ao site de suporte para os nossos usuários. Além disso, queremos garantir a todos os nossos usuários que estamos revendo todas as nossas políticas para nos certificarmos de que nenhum incidente se repita no futuro.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários