Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Modificação em asas fará United economizar US$ 200 milhões por ano

Modificação em asas fará United economizar US$ 200 milhões por ano

Como economizar US$ 200 milhões/ano de combustível, sem contratar aeromoças magrelas? Ciência.

22/07/2013 às 17:45

wingletdomal

Winglets são aquelas pontas curvadas nas asas da maioria dos aviões comerciais. Além de deixarem a asa muito mais cool, elas tem uma função social muito importante: diminuem os vórtices gerados pelas pontas das asas.

Esses vórtices são redemoinhos de ar, verdadeiros rastros que aumentam o arrasto aerodinâmico da aeronave, dificultando as manobras e atrapalhando a vida de quem vem atrás. Veja neste vídeo da NASA, um vórtice em ação:

Com a adoção dos winglets em aviões como o 737, as empresas conseguiram uma economia de combustível na casa de 5%, o que pode ser pouco se você tem uma Uno, mas quando seu tanque tem capacidade de 26 mil litros, isso significa mais de uma tonelada de combustível economizada.

Agora a United está testando um novo design, onde além da winglet tradicional uma aleta extra projetada para baixo reforça o campo anulador de vórtices. Esperam que isso gere uma economia de mais 2% no consumo, além do benefício extra de não jogar o avião atrás de você em uma espiral da morte.

Até o final do ano serão conduzidos testes de certificação com a FAA dos EUA, e em 2014 as novas aletas entrarão em uso. Provavelmente as empresas do mundo todo correrão atrás, mas não espere que com isso a Gol volte a dar mais do que amendoim nas viagens.

Claro, se você não tiver um departamento de pesquisa à disposição, pode simplesmente contratar aeromoças magrelas.

Fonte: TV.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários