Meio Bit » Baú » Internet » Noruega segue a cartilha de Gabe Newell e reduz a pirataria com serviços de qualidade

Noruega segue a cartilha de Gabe Newell e reduz a pirataria com serviços de qualidade

Noruega consegue reduzir a pirataria drasticamente não batendo nos piratas, mas oferecendo serviços melhores

17/07/2013 às 9:18

Perdeu, LeChuck

De acordo com um relatório publicado pelo instituto de pesquisa Ipsos MMI, a Noruega conseguiu derrubar os índices de pirataria de música, filmes e séries consideravelmente nos últimos cinco anos. DE 2008 para cá, o número de músicas baixadas ilegalmente caiu 82%. Séries, 59% e filmes, 48%.

Desde o último dia 1º entrou em vigor no país uma lei que permite os donos de conteúdo irem atrás dos piratas e fecharem sites que compartilham arquivos ilegalmente, mas a verdade é que a repressão teve pouquíssima influência nessa queda. O principal fator para a mudança de comportamento dos noruegueses foi a oferta de serviços de melhor qualidade do que a pirataria.

Essa queda na pirataria e aumento do consumo de streaming pago não se deve à repressão dos pirateiros. O número de pessoas processadas por compartilhamento de material com copyright foi ínfimo durante esse período. Entretanto nos últimos dois anos serviços de streaming como Netflix, Rdio e Spotify tiveram um aumento de popularidade acentuado. O consumo de streaming de filmes vem crescendo desde 2011, e o de séries aumentou bastante desde o ano passado.

O que aconteceu foi uma mudança de mentalidade. As pessoas começaram a perceber querem comodidade, e entre pagar uma pequena taxa mensal e assistir todos os filmes e séries que se deseja ou vasculhar a net atrás do filme, procurar a legenda para depois assistir, o usuário prefere o primeiro, mesmo tendo que abrir a carteira.

Gabe Newell já havia dito que a pirataria não é um problema de preço, mas de serviço. Se os produtores de conteúdo criarem alternativas com preços justos e vantagens significativas, os clientes migrarão. Foi o que ele provou com o Steam. Se o filme/série/game/música estiver disponível o mais rápido possível com qualidade, preço justo e principalmente sem complicações, o usuário vai comprar. E essa atitude dá mais resultados do que bater de frente com a pirataria, essa sim uma batalha perdida.

Fonte: TC.

relacionados


Comentários