Meio Bit » Baú » Hardware » Robô "Aranha" Mantis pode não substituir automóveis, mas é muito legal

Robô "Aranha" Mantis pode não substituir automóveis, mas é muito legal

É nesse vácuo de alternativas que entra o robô hexápode gigante, porque quem precisa de automóveis quando pode usar um robô?

15/07/2013 às 20:00

Mantis

Antes que alguém me corrija, eu sei que aranhas têm 8 patas, mas né?

Do jeito que anda o trânsito, os automóveis, cada vez mais, mais atrapalham do que ajudam. Passamos horas em engarrafamentos, trajetos seguem a lógica do possível ao invés do mais próximo, muitas vezes transformando um deslocamento de 30 minutos em um pesadelo de duas horas.

Ônibus, por sua vez, transformam o pesadelo privado em público, com suas filas, atrasos, e o desconforto de viajar de pé com o Tião logo atrás de você.

É nesse vácuo de alternativas que entra o robô hexápode gigante, porque quem precisa de automóveis quando pode usar um robô?

Desafiando o limite do possível e prático, o inventor Matt Denton resolveu criar esse animal de duas toneladas, porque é legal. E quem precisa de mais motivos?

Denton é um especialista em animatrônicos e efeitos especiais, tendo desenvolvido miniaturas de hexápodes na Micromagic Systems, responsável por efeitos com miniaturas em filmes como Prometheus. A nova e ambiciosa invenção, batizada de Mantis, é sua primeira aventura na escala 1:1. Ou 1: gigante, para ser mais preciso.

O Mantis mede 2,8 metros de altura, pesa mais de duas toneladas e é movido por um motor turbo 2.2 a diesel. Ele é capaz de enfrentar qualquer tipo de terreno e provavelmente terreno algum fica na sua frente.

Ele também pode ser controlado via wifi, mas o melhor mesmo é dirigi-lo direto da cabine. Denton afirma que não pretende comercializá-lo, mas está disponível para aluguel.

Fonte/Crédito da imagem: New Technologies

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários