Meio Bit » Baú » Internet » Stallman solteiro procura...

Stallman solteiro procura...

14/01/2008 às 12:15

stallmancasar

O anúncio acima, publicado na Craig´s List, o maior site feio de classificados do mundo, na seção "homens procurando mulheres" descreve razoavelmente bem Richard Stallman, com direito a pérolas como:

My 23-year-old child, the Free Software Movement, occupies most of my life, leaving no room for more children, but I still have room to love a sweetheart if she doesn't need to spend time with me every day.

Apesar de achar perfeitamente natural o Stallman ser solteiro, e ter gostado da brincadeira (não, não fui eu) O buraco aqui é muito mais embaixo.

Identidades online são coisas muito frágeis. Assume-se que a pessoa por trás das letrinhas na tela seja quem ela diz ser, sem nenhum questionamento. Eu que sou paranóico não lembro JAMAIS de ter questionado qualquer um de meus contatos no MSN. Quem garante que as pessoas que falam eventualmente comigo são elas mesmas? Mais ainda, quem nunca passou por aquela estranha sensação de falar com alguém então a pessoa dizer "não é fulana, é o irmão dela"?

A maior parte dos casos de roubos online aproveita da confiança cega. cobranç[email protected], DENÚ[email protected], ou [email protected] (aquela com as fotos do "reveiown") são emails com cara de "legítimos", e baseados nessa legitimidade as pessoas caem nos golpes. Ou chavecam o irmão de uma amiga, sem-querer.

Notem que não estou nem falando de roubo de senhas, todos esses danos podem ser feitos sem sequer tocar na conta original. Garanto que o sujeito que postou o anúncio acima não tinha a senha do Stallman. Antigamente a maioria dos serviços assumia que todos éramos bonzinhos, e uma das mais tradicionais formas de aporrinhar alguém era inscrever o sujeito em centenas de sites e listas de discussão, que não solicitavam confirmação antes de começar o envio. Eu mesmo, com ajuda de um cúmplice, cadastrei o perfil completo de um amigo, em um daqueles sites de namoro. Digamos que o pobre Gil passou meses recebendo emails apaixonados, inclusive do "Don Juan de Minas".

Hoje a maior parte da segurança é feita pelos sites, mas comprovar a identidade de quem está do outro lado AINDA é por nossa conta. Do mesmo jeito que você olha o anúncio e desconfia que não veio do Stallman, emails "oficiais", contatos estranhos no MSN ([email protected], por exemplo, aparecendo na minha lista) e mesmo gente conhecida agindo de forma diferente podem e devem ser motivos de desconfiança.

Se você perguntar "quem é" e a voz do Darth Vader responder "bandeirantes vendendo biscoitos", não há nada de errado em usar o Olho Mágico antes de abrir a porta.

Portanto, como diz o velho ditado português, o ideal é confiar desconfiando, e se algo parece bom demais pra ser verdade, cuidado. Principalmente, nunca reaja prontamente a algo que você viu ou leu na Internet sobre alguém. É muito fácil postar informação falsa, é muito fácil posar como outra pessoa. Na dúvida, contate-a diretamente e pergunte "você fez mesmo isso?"

Fonte do link do Stallman: Guilherme Ostrock na Lista Blogosfera. Ou não.

relacionados


Comentários