Meio Bit » Baú » Miscelâneas » CES 2008 - Notas de um viajante: Wifi ainda é caro, instável e o serviço é insatisfatório

CES 2008 - Notas de um viajante: Wifi ainda é caro, instável e o serviço é insatisfatório

11/01/2008 às 23:05

O pessoal aqui do MeioBit pediu para dividir com os leitores um pouco da experiência do que é cobrir um evento como a CES. Uma delas é sobre o wifi: hotspots apenas nas sala de imprensa ou sala de bloggers. O hotspot não cobria todo o hotel da palestra do Bill Gates.

Eu resolvo ligar o notebook e tentar acessar do quinto andar e encontro um serviço. Pensei assim: por uns 10 dólares, até vale por algumas horas. Wifi gratuito era inexistente e o único serviço disponível apresentou uma proposta recusável: 1 dólar por minuto de acesso. Isso mesmo, vou repetir: 1 dólar por minuto ou fração. O jeito foi escrever notas offline e liberar tudo do quarto do hotel. Aliás, até mesmo pagando 13 dólares por 24 horas de acesso, ainda assim estava instável. Perdi a conexão diversas vezes. O motivo foi a sobrecarga do sistema por causa da quantidade de pessoas que a feira trás.

No aeroporto de Guarulhos, os preços eram melhores. Eu precisava comprar um cartão de acesso da Vex. O preço eram 10 reais por 2 horas de acesso. Para uma pessoa em trânsito, mofando no aeroporto, esperando o vôo da Gol atrasado, valeria à pena. Se e somente se houvesse cartão de acesso wifi sendo vendido. Na sala de embarque, não tinha. Eu teria que sair, comprar o cartão e reembarcar, pagando 70 dólares por causa disso.

Tentei comprar o cartão virtualmente, mas havia esquecido a senha. Como fazer? "Senha enviada. Verifique seu e-mail" Hã? Eu estou tentando conseguir acesso à Internet e eles mandam eu, ainda "acessoless", verificar minha caixa de correio? Caros mamíferos da Vex, favor pegar o seu e-mail e... deixa pra lá. Comprei uma revista, depois de escrever dois posts para o MB.

relacionados


Comentários