Meio Bit » Arquivos » Games » Shinji Mikami diz que desenvolvedores japoneses precisam arriscar mais

Shinji Mikami diz que desenvolvedores japoneses precisam arriscar mais

PAra criador da série Residente Evil, produtores japoneses não gostam de se arriscar ou investir altos valores em games como os ocidentais

02/07/2013 às 17:30

The Evil Within

Shinji Mikami é um produtor respeitado por ter dado forma à série Resident Evil. Trabalhando atualmente em The Evil Within, título que será lançado em 2014 para PC, Xbox 360, PS3, Ps4 e Xbox One, o jogo promete ser um survival horror de meter medo como a muito não se via, ainda que ele esteja sendo acusado de não ser nem um pouco original (até o título do game é similar à franquia que ajudou a criar).

A Bethesda está investindo muito neste game, e isso é algo que Mikami comentou numa entrevista, fazendo uma comparação com o mercado japonês: os desenvolvedores locais não gostam de investir altos números em games, o que seria um dos motivos para os problemas do cenário de games no Japão.

"Os games se tornaram projetos cada vez maiores, que requerem muitos recursos tanto no desenvolvimento quanto para o marketing. Com isso os games se tornaram um negócio arriscado. As companhias japonesas não gostam de se arriscar como as ocidentais fazem".

"No passado, o presidente da Capcom (na época, Kenzo Tsujimoto) me disse que o desenvolvimento de games estava se tornando cada vez mais caro, e que muitas publishers japonesas não iriam investir US$ 30 milhões num game. Se nós pudermos fazer isso, nós vencemos."

Mikami não se limitou a criticar a falta de coragem dos japoneses em não querer arriscar, mas também a resistência em trabalhar com estúdios ou técnicas ocidentais, algo que Keiji Inafune também atacou:

"Vendo pelo lado estrutural, eu acho que seria uma boa ideia se a companhias fossem mais flexíveis em incorporar tecnologias de fora".

É um fato conhecido que o Japão tem uma resistência enorme a produtos de fora, mas eu acho estranho os desenvolvedores não quererem investir tanto em jogos. O mais pro vável é que sua declaração mire estúdios de médio porte e não produtoras grandes como a Square-Enix ou sua antiga casa, a Capcom.

Sobre The Tvil Within, ele diz que a atual tecnologia é ideal para criar games assustadores, já que representam um ganho bem à frente das gerações anteriores. Eu estou levemente empolgado com esse game, em imaginar o que pode vir daí. 🙂

 

Fonte: GI.

relacionados


Comentários