Meio Bit » Baú » Games » Don Mattrick diz que a Zynga ainda não descobriu todo seu potencial

Don Mattrick diz que a Zynga ainda não descobriu todo seu potencial

PAra Don Mattrick, ex-Microsoft e atual CEO da Zynga, a empresa ainda não mostrou tudo que pode fazer

02/07/2013 às 14:30

Mark Pincus e Don Mattrick, respectivamente ex e atual CEOs da Zynga

Passado o turbilhão da notícia bombástica de ontem, onde o então presidente da divisão Xbox da Microsoft Don Mattrick foi revelado como novo CEO da Zynga, a poeira começa a baixar e surge a primeira declaração do próprio, já em sua nova função.

Em um carta endereçada aos funcionários da desenvolvedora, Mattrick diz que admirava a Zynga há anos, por ela ter conseguido levar os jogos até o público geral, através de suas interações sociais. Segundo o próprio, "eu me juntei à Zynga por acreditar que a visão pioneira de Mark (Pincus, co-fundador da companhia) e sua missão de conectar o mundo através dos games apenas começou".

Mattrick foi só elogios para o ex-CEO, ressaltando sua criatividade, e ressaltou que a Zynga tem potencial para criar produtos e serviços de sucesso, além de desenvolver uma relação duradoura com seus clientes, através de seus produtos de alta qualidade. E adicionou: "a Zynga é um grande negócio que só precisa descobrir todo o seu potencial".

Eu não nego que a Zynga tenha potencial de se tornar realmente grande, mas a qualidade de seus produtos e a direção tomada até aqui não são das melhores, e o resultado é evidente. Reverter a situação da empresa e torná-la verdadeiramente relevante será um feito e tanto, e essa é a missão que cabe a Mattrick agora.

Enquanto isso, na Microsoft, mesmo que sua saída tenha sido planejada há tempos e fosse conhecida da alta cúpula da companhia, a empresa pode aproveitar para reverter a péssima imagem que o Xbox One deixou na mídia e público, principalmente após a declaração estapafúrdia dele, ao dizer que quem não tem uma conexão decente de internet que compre o Xbox 360 ao invés do One. No fim das contas, essa nova virada nos acontecimentos é mais um capítulo bizarro envolvendo a divisão Xbox desde a revelação do One. Fosse Mattrick para a EA, onde ele também era cotado como CEO a reação seria mais normal, e não para uma empresa que está literalmente afundando.

Fonte: GI.

Leia mais sobre: , , , , .

relacionados


Comentários