Meio Bit » Baú » Indústria » O mundo aos pés do Google

O mundo aos pés do Google

30/12/2007 às 18:24

Hoje pela manhã topei em um artigo que me chamou a atenção. Nele, o autor listava algumas estatísticas sobre o Google, por exemplo:
- O Google tem 65% de todas as buscas na internet
- O Google 79% do mercado de propagandas pay-per-click

Fiquei pensando nisso, e nas enormes conseqüencias de tal domínio. Não creio que a saúde financeira da empresa seja tão importante quanto o fato do Google simplesmente controlar a maioria da informação disponível no mundo.

Imagine o seguinte cenário: sua empresa, digamos de hospedagem de sites, recebe a maioria de seus clientes através de busca no Google. Agora imagine se por algum motivo, o Google resolve banir seu domínio do índice.... ou mesmo sendo menos radical, mas por vários motivos, sua posição para a palavra "hospedagem" cai da primeira para a segunda página de resultados. Isto pode efetivamente destruir um negócio.

Extrapolando o cenário para um âmbito maior, imagine quantas empresas hoje tem negócios essencialmente dependentes do tráfego vindo através do Google. Essencialmente, se você não está no Google, é praticamente o mesmo que não existir.

Saindo dos negócios, vamos imaginar um outro cenário: uma página sobre tratamento de câncer, por exemplo. Para a imensa maioria que procura informações no Google, a posição de uma página nos resultados reflete seu "valor", portanto teoricamente resultados no topo das buscas estão "mais corretos", certo ? Eu gosto de pensar que sim, mas em muitas situações isto não acontece, por exemplo, devido a companhias tentando manipular os resultados com seus produtos. Quem perde ? O usuário, que pode acabar com informação de qualidade inferior, ou pior ainda, errada.

Voltando ao Google, eu nem mencionei a quantidade de informação que o sistema tem sobre cada um de nós que armazena seu email, feeds, orkut e tantas outras coisas no imenso sistema deles. Efetivamente o Google controla o fluxo de informação no mundo atualmente.

Espero que exista muito cuidado por parte da liderança do Google para que este poder seja usado para o bem. O lema deles "don't be evil" (não seja mau), me faz esperar que esta seja a intenção deles.

relacionados


Comentários