Meio Bit » Baú » Segurança » Idéia besta do Dia: uma fonte pra enganar a NSA

Idéia besta do Dia: uma fonte pra enganar a NSA

Sujeito mais ingênuo do mundo acha que qualquer um pode enganar uma das maiores agências de espionagem do mundo trocando a fonte dos documentos...

28/06/2013 às 18:35

Durante a Guerra Fria os EUA descobriram um cabo submarino ligando uma base naval em uma ilha ao continente soviético. Conduziram uma missão para instalar um conjunto de gravadores do tamanho de um fusca e mensalmente voltavam para trocar as fitas.

Os russos por sua vez deixaram o ocidente apavorado ao fazer apresentações com centenas de aviões, quando só tinham uns 8, na verdade faziam a volta e repetiam a passagem sobre Moscou.

Missões de inteligência envolviam resgate de dissidentes e espionagem eletrônica. John A. Walker, um oficial de comunicações da Marinha dos EUA entre 1968 e 1985 enviou para os russos mais de 1 milhão de mensagens secretas. A CIA “hackeou” a máquina de Xerox da embaixada soviética em Washington, fotografando todas as cópias feitas.

Dito isso, um designer acha que é mais inteligente que décadas de know-how adquirido por essas agências.

O “gênio”, inspirado por Edward Snowden, quer impedir que a Agência de Segurança Nacional dos EUA capture nossas importantíssimas mensagens. Para isso ele criou… ZXX, uma fonte.

fontedomal

O autor, um tal de Sang Mun, diz ser um artista coreano que durante seus dois anos de serviço militar, trabalhou colhendo informações pra NSA. A tal fonte teria sido projetada para confundir os softwares de OCR, impedindo que documentos sejam escaneados automaticamente.

BELEZA, mas temos alguns problemas.

PRIMEIRO, os documentos precisam ser impressos. Se existirem em forma eletrônica, a fonte não importa. SEGUNDO, ele está achando que a agência que mais emprega matemáticos no mundo, que nos bons tempos conseguia supercomputadores anos antes de chegarem ao mercado e que (em teoria) monitora todas as comunicações eletrônicas do mundo usa um OCR com capacidades comerciais.

Por último, não adianta NADA você disponibilizar um sistema de criptografia se disponibiliza a chave de decodificação junto. Até sistemas comerciais são treináveis, muito provavelmente com um clique.

Claro, a saída do sujeito vai ser dizer que na verdade é um projeto de arte, mas espero que não. Seria divertido se alguma das bombas não muito inteligentes da Al Qaeda comprassem a idéia e passassem a usar a fonte em suas cartas.

Fonte: Cheezburger.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários