Meio Bit » Baú » Games » Da série "mais um": State of Decay é banido na Austrália

Da série "mais um": State of Decay é banido na Austrália

Em menos de uma semana Austrália bane dois jogos por consderá-los inaquedados. A nova vítima é State of Decay, para Xbox 360

26/06/2013 às 15:30

State of Decay

Realmente, lançar games adultos na Austrália é uma tarefa inglória. Mesmo após a aprovação de uma lei que permite que jogos com classificação maiores de que 15 anos sejam lançados na terra dos monstros, o sistema de classificação não alivia, mesmo considerando que os jogos são dedicados a maiores de idade. Soa como se o Estatuto da Criança de lá fosse estendido a adultos.

Mal Saints Row IV teve sua classificação recusada devido linguagem sexual imprópria (a presença de um item chamado "Anal Probe" - não a do Cartman - incomodou demais) e uso de drogas lícitas e ilícitas, a vítima da vez é State of Decay, jogo de zumbi da Undead Labs para Xbox 360 de mundo aberto que foca na sobrevivência e não na matança desenfreada.

De acordo com a Australian Classification Board, o motivo do banimento é um dos mesmos que vitimou Saints Row IV - uso de drogas:

"O jogo permite que o jogador se utilize de drogas proibidas que ajudam na progressão do jogo. Ele além disso relaciona o uso de drogas a incentivos ou recompensas, e por essa razão sua classificação foi recusada."

Entre as drogas utilizadas no jogo estão várias comuns e ilícitas tais como aspirina, analgésicos, morfina, anfetaminas, paracetamol, ibuprofeno, codeína e "rebites", entre outras.

A Microsoft está no momento avaliando as opções, para ver se vale a pena modificar o jogo e adequá-lo à classificação australiana. Eu sinceramente não entendo essas regras locais da ACB: é um jogo para adultos ou não? Será que pessoas ditas como responsáveis precisam de "proteção" de um órgão do governo, e um game apocalíptico vai induzir todo mundo a se entupir de analgésicos?

Caso o jogo fosse para adolescentes eu entenderia, mas não é. Se qualquer referência minimamente ofensiva ou um simples uso de remédios for o suficiente para banir um jogo, a Austrália nem deveria ter se dado ao trabalho de liberar games acima de 15 anos, para começar.

Fonte: GS.

relacionados


Comentários