Meio Bit » Baú » Segurança » Relatório aponta que antivírus estão cada vez mais fracos

Relatório aponta que antivírus estão cada vez mais fracos

Um relatório a ser divulgado no próximo mês pela revista alemã c't diz que a acurácia dos programas antivírus está diminuindo. Particularmente quando se trata de detectar ataques novos e não familiares, os 17 pacores testados baixaram sua efetividade média em aproximadamente 50% em 2007.

No estudo a revista c't

25/12/2007 às 15:23

Um relatório a ser divulgado no próximo mês pela revista alemã c't diz que a acurácia dos programas antivírus está diminuindo. Particularmente quando se trata de detectar ataques novos e não familiares, os 17 pacores testados baixaram sua efetividade média em aproximadamente 50% em 2007.

No estudo a revista c't disparou mais de um milhão de vírus conhecidos dos seis meses anteriores. Avira Antivir e Gdata Antivirus 2008 encabeçaram a lista ao identificar mais de 99% destes vírus pelas suas assinaturas, e Avast, AVG Anti Malware e BitDefender também obtiveram "resultados muito bons".

Contudo, muitos desses pacotes deixaram a peteca cair em uma área cada vez mais considerada muito importante: detectar e evitar novos e desconhecidos vírus e malwares. No começo de 2007, os pacotes tiveram uma acurácia média de 40% a 50%. Nos testes mais recentes da c't, no fim do ano, a média caiu para 20% a 30%. Mas pelo ponto de vista otimista, os antivírus NOD32 e BitDefender estão no topo da nova lista, com eficiência de 68% e 41%, respectivamente.

As duas causas relatadas para essa queda na eficiência é a crescente profissionalização dos autores de vírus, bem como os métodos mais sofisticados que esses programadores estão usando para escapar dos antivírus.

De acordo com notas do site Channel Register , serviços online que permitem aos usuários enviar arquivos para análise através de 32 programas antivírus podem estar causando mais danos do que benefícios. Os autores de vírus utilizam estes serviços para testar "os poderes" de suas criações, e alguns serviços, como o AvCheck.ru, prometem não enviar os arquivos escaneados para os fabricantes de antivírus, ajudando a manter a potência temporária dos vírus.

Tudo isso dito, muitos detalhes do relatório da c't ainda precisam ser revelados, incluindo a listagem completa dos programas testados e as várias metodologias usadas nos testes.

Embora ainda vá demorar algumas semanas para que o relatório completo seja divulgado, o site Heise Security dispõe de um resumo.

via: ars technica

relacionados


Comentários