Meio Bit » Baú » Indústria » You CAN touch this: protótipo de bracelete permite tocar pessoas à distância

You CAN touch this: protótipo de bracelete permite tocar pessoas à distância

Empresa polonesa desenvolve bracelete que envia a recebes sinais táteis pela Internet.

24/06/2013 às 16:33

tactilu01

Profissionais do estúdio polonês Pangenerator criaram um protótipo de bracelete sensível ao toque, capaz de enviar o movimento feito por um usuário para o pulso de outro, através da Internet ou de uma conexão Bluetooth.

Jakub Koźniewski, Piotr Barszczewski, Krzysztof Goliński são os responsáveis pela ideia, que entra para a galeria da agência que reúne projetos que misturam tecnologia e intimidade.

O Tactilu, que está sendo desenvolvido desde março deste ano, tem como premissa permitir que as pessoas "se comuniquem" remotamente através do tato, tentando diminuir distâncias entre indivíduos nas mais diversas situações, como amantes que estão longe, familiares separados ou pessoas hospitalizadas.

Cada bracelete possui um micro-controlador Arduino Pro, um módulo de rede WiFi e Bluetooth, além de sensores táteis, e um pequeno mecanismo que reproduz o sinal recebido, de qualquer lugar do planeta.

Trata-se de um dispositivo experimental e, embora o design atual já ser futurista, a empresa afirma que a próxima geração do bracelete seja mais fina, tornando-o um pouco mais atraente para potenciais consumidores.

tactilu02

Eu sei que, para algumas pessoas, essa ideia pode parecer meio absurda. Alguns vão falar que estamos afastando ainda mais as pessoas com este tipo de tecnologia, mas eu prefiro ver pelo lado das pessoas que não podem estar juntas, seja qual for o motivo. Ser surpreendido por aquele sinal e saber que tal pessoa está pensando em você, pode ser o único acalanto disponível em algumas situações.

De qualquer forma, isso ainda é apenas um protótipo e não há previsão da data lançamento. Você pode ver o vídeo promocional através deste link.

Qual a sua opinião sobre um produto assim? Acha que teria mercado no Brasil? Deixe sua opinião aqui na área de comentários.

Fonte: CreativeApps.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários