Meio Bit » Baú » Internet » Bibliotecas AJAX: Interfaces avançadas, abertas e prontas para usar. Sem reinventar a roda!

Bibliotecas AJAX: Interfaces avançadas, abertas e prontas para usar. Sem reinventar a roda!

20/12/2007 às 19:27

Um dos maiores problemas para quem cria aplicativos web são as limitações impostas pelo browser. Com o tempo, tecnologias, linguagens, paradigmas e arquiteturas surgiram para tentar aproximar a experiência da Web ao Desktop. Flash, Flex, GWT, Silverlight, AJAX são apenas alguns nomes que o desenvolvedor precisa saber pelo menos para que serve.

Iniciativas como o Adobe Integrated Runtime (AIR) estão indo justamente ao contrário: a web está chegando ao desktop. Flash e Flex são boas opções, se completam e podem dar o poder tanto ao designer quanto ao programador. Mas o denominador comum em qualquer sistema operacional e browser, continua sendo JavaScript e HTML.

O Ajax Toolkit da Microsoft apresenta uma série de componentes usando o Microsoft Ajax Library, que apresentam uma série de facilidades ao desenvolvedor, quando associados a outros componentes do Asp.Net como a GridView. O Java Server Faces é o equivalente do mundo Java.

Mas existem outras opções além das fornecidas por Sun e Microsoft? Se o cliente quiser um sistema em PHP, JavaScript e HTML somente, o desenvolvedor é obrigado a fazer tudo do zero? Ou comprar componentes caros para que a apresentação e funcionalidade fiquem aceitáveis, dentro do prazo e custo? Mesmo quem usa .Net ou Java, pode se beneficiar, já que foram recomendadas pela Adobe:

Ext JS

Grids editáveis, árvores complexas, componentes de navegação, tudo criado em JavaScript e compatível com qualquer linguagem server-side, já que é possível popular através de XML. Veja um exemplo que faz uso do Google Gears. Ou veja esse leitor de feeds criado sem nenhum plug-in necessário, apenas JavaScript.

Bibliotecas como o Ext JS podem ser muito úteis em qualquer projeto, já que seu uso é simples, a documentação é farta.

Script.Aculo.Us

Outra biblioteca para criação de interfaces complexas, usando JavaScript e HTML. E o como já existem várias empresas utilizando, a coisa fica ainda melhor para os desenvolvedores. Exemplos de quem usa? Gucci, Apple, Basecamp e Feedburner. Integração é o sobrenome dessa biblioteca e isso fica claro na página que explica como usá-la com as mais diferentes tecnologias como .Net, Java, Perl, Ruby on Rails, PHP, Django, etc.

O website possui algumas falhas, mas os demos não deixam dúvida que é uma ótima escolha também.

Prototype

É uma framework para facilitar o desenvolvimento de aplicações e também usado por nomes como Basecamp e Feedburner. Compatível com o Script.Aculo.Us, eles se completam, já que o anterior concentra-se mais em fornecer opções de interface e o Prototype, bibliotecas de classe para usar orientação a objetos e livrar o programador de muita programação mundana, chata e provavelmente com muitos erros.

Ao usar o Prototype, AJAX torna-se algo trivial, sem as dores de cabeça em fazer tudo do zero. Um bom desenvolvedor sabe que solucionar problemas é mais importante do que gastar semanas recriando algo que já está pronto para uso.

A escolha de usar essas frameworks acima, depende sempre de estudo caso a caso. Não há O melhor e sim o mais indicado para o problema a ser enfrentado.

Update: Depois de ler os comentários, mais duas frameworks merecem menção nesse post.

Mootools (Dica do Lucas Cavalcante)

Depois de olhar os componentes da framework e objetos visuai do Mootools, não há como negar: trabalho profissional. Da forma como ele está, pode ser usado em qualquer projeto high profile onde uma interação natural seja mais necessária e escrever linhas e mais linhas de código repetitivo esteja fora dos seus planos.

Definitivamente recomendado. Os componentes estão muito bem acabados.

JQuery (Dica do Pedro Menezes, Fedola, Willgm, Darkflames)
Esse entrou por demanda popular e é outra framework que pode economizar semanas de desenvolvimento e dores de cabeça. A comunidade em torno dele criou dúzias de componentes e existe uma framework visual completa usando-o como base. Também vem sendo usado comercialmente e pode trabalhar em paralelo com outras frameworks.

Interface Elements (Dica do Darkflames)

Semelhante ao Mootools e ao Ext JS, usando o JQuery como base, o Interface Elements é uma coleção de objetos de interface prontos para usar em seus projetos. A compatibilidade multiplataforma também é garantida ao usar apenas JavaScript e XML. Fiz alguns testes e ela me parece muito boa em alguns componentes, outros, nem tanto. Mas com certeza, é mais uma opção no seu cinto de utilidades e não deve ficar de fora.

Se vocês souberem de outras frameworks, maduras o suficiente para serem usadas em projetos, deixe um comentário e esse post será atualizado. Se tiver dicas, reviews ou resenhas de tecnologias semelhantes que você queira compartilhar, os fórums estão abertos a todos os usuários cadastrados.

relacionados


Comentários