Meio Bit » Baú » Games » Nolan Bushnell está preocupado com consoles sempre conectados

Nolan Bushnell está preocupado com consoles sempre conectados

Fundador da Atari reclama dos consoles sempre conectados: jogos antigos estariam sendo considerados descartáveis?

14/06/2013 às 10:00

nolan-bushnell_10.06.13

Com a confirmação de que o Xbox One exigirá uma conexão com a internet a cada 24 horas muitas pessoas começaram a repensar a aquisição do console e um dos argumentos para se colocarem nesta posição é o fato de não poderem aproveitar o videogame durante uma viagem, por exemplo.

Apesar deste cenário ser realmente um tanto desanimador, há outro que considero ainda pior, que é a impossibilidade de aproveitarmos os jogos adquiridos para o aparelho caso a Microsoft resolva desligar os servidores no futuro e quem levantou essa hipótese foi Nolan Bushnell, fundador da Atari.

Na verdade estou um pouco nervoso sobre isso. Eu joguei games há 30 anos que gostaria de estar jogando neste exato momento. Particularmente tenho um gosto um tanto peculiar e algumas das coisas que julgo importantes, nem todos pensam assim, então é como se alguns deles acabassem sendo considerados lixos pela sociedade.

Na minha opinião a preocupação de Bushnell é bastante relevante e só ajuda a reforçar algo que tenho notado há algum tempo na indústria, que é a maneira como muitas empresas - e principalmente, jogadores – não parecem dispostos a manter a história dos games, se preocupando muito mais com o que está por vir do que com o que já foi feito.

Acho essa postura muito ruim, pois ao contrário do que vemos nos filmes, na literatura ou na música, parece que jogos antigos não possuem qualidade e embora essa obrigação de estarmos online possa ser eliminada um dia, permitindo assim que os jogos sejam aproveitados mesmo sem a autenticação, acho que seria péssimo ver que não posso aproveitar um título simplesmente porque a fabricante abandonou seu console. Isso não se trata de uma exclusividade da próxima geração, mas ver que se tornará padrão é algo lamentável.

[via GamesIndustry]

relacionados


Comentários