Meio Bit » Baú » Games » Segundo a Nintendo, Peach se tornou selecionável em Super Mario 3D World por um pedido do produtor

Segundo a Nintendo, Peach se tornou selecionável em Super Mario 3D World por um pedido do produtor

De acordo com os responsáveis por Super Mario 3D World, inicialmente a Princesa Peach não seria um personagem selecionável

12/06/2013 às 15:15

gogoni-peach

Eu tenho sentimentos conflitantes acerca da Princesa Peach. Ela me irrita por ser a epítome moderna da donzela em apuros, um dos temas mais recorrentes em narrativa desde quando a humanidade começou a contar histórias. Apesar de já ter mostrado suas habilidades em diversos spin-offs, nos jogos tradicionais ela é invariavelmente o "prêmio" a ser alcançado, a menina frágil que não sabe se defender e precisa ser resgatada toda santa vez. Ela é um arquétipo, um estereótipo, e mesmo assim não dá para odiá-la.

Entretanto, houveram dois games de plataforma da franquia que trouxeram ela como selecionável: Super Mario Bros. 2 e Super Princess Peach, onde temos uma inversão de papéis: Mario é raptado e ela é a protagonista. Mesmo tendo sido acusado como sexista por trazer um visual muito mais girlish (além de ser fácil demais), o game do DS era bem divertido.

Agora com Super Mario 3D World para Wii U, a princesa volta a ser um personagem jogável, mas segundo o produtor Yoshiaki Koizumi, a princípio o game seguiria outra direção e Peach não estaria disponível - tendo muito provavelmente sido sequestrada. De novo.

Segundo Koizumi, ele percebeu que a franquia Mario "possui várias representações dos personagens masculinos através dos anos (...), muito mais do que os personagens femininos, então é muito bom termos uma personagem feminina selecionável no game".

De acordo com o diretor do game Koichi Hayashida, uma Peach selecionável não estava nos planos iniciais para o título (nem é preciso apostar para saber que o plot seria ela ter sido sequestrada outra vez novamente again), entretanto Koizumi fez um pedido direto para que ela fosse incluída, com o argumento que ela "definitivamente" deveria estar disponível para o jogador.

Segundo Koizumi:

"Eu acho que ela adiciona muito ao senso de competição no modo multiplayer. (...) Você poderá ver diferentes pessoas escolhendo diferentes personagens, baseado em suas personalidades e gostos pessoais. E é muito divertido jogar a Princesa Peach!"

E de fato parece mesmo. Com cada personagem possuindo características próprias como em Super Mario Bros. 2 (Peach flutua, Toad corre mais rápido, Luigi tem um pulo mais longo), o multiplayer de até quatro pessoas com certeza será algo legalde se ver, algo bem melhor do que incluir dois Toads genéricos como em Super Mario Bros. U, o que não fez sentido algum. E esperemos que a Princesa Peach (e a Daisy também, quem sabe?) apareça mais nos jogos de plataforma da franquia, sem ter sido raptada pelo Bowser, claro. 🙂

Fonte: Polygon.

relacionados


Comentários