Meio Bit » Baú » Games » E o barco (ou seria fazenda?) da Zynga segue afundando

E o barco (ou seria fazenda?) da Zynga segue afundando

Zynga demite 520 funcionários, teria fechado três estúdios e até a subsidiária responsável pelo Draw Something teria deixado de existir. Até quando a empresa seguirá agonizando?

04/06/2013 às 10:00

zynga_04.06.13

A maneira como as empresas conquistam a admiração das pessoas definitivamente é uma arte difícil de ser explicada. Pegue por exemplo a Zynga. Fundada em 2007, a empresa surgiu do nada e teve uma ascensão impressionante, chegando até a ser apontada como uma das maiores desenvolvedoras de games do planeta e com suas ações chegando a valer mais do que muitas gigantes do ramo.

Tendo feito todo o seu nome com jogos para o Facebook, o estúdio tinha tudo para se tornar um dos queridinhos da indústria, mas a maneira arrogante como os donos falavam da companhia, a política agressiva de aquisições e principalmente, a falta de criatividade no desenvolvimento de seus jogos fez com que sua imagem ficasse muito manchada perante os jogadores mais dedicados. Então, a ideia de conquistar o planeta logo começou a dar lugar a uma impressionante luta pela sobrevivência, que ontem teve mais um importante capítulo.

Embora não tenha confirmado a notícia que saiu na imprensa e que dava conta que seus estúdios de Los Angeles, Nova York e Dallas foram fechados, o CEO Mark Pincus disse ser verdadeira a informação sobre os 520 funcionários demitidos, o que representa cerca de 18% dos profissionais contratados por eles e como de costume, a justificativa para essa decisão foi o corte de gastos, que podem chegar a 80 milhões de dólares, e “algo necessário para que a empresa siga adiante.

A medida vem justamente após alguns meses marcados pela saída de executivos do alto escalão, prejuízos e fechamentos de outras subsidiárias. Para piorar, a notícia não foi bem recebida pelo mercado, o que fez com que o valor das ações da empresa despencasse e rumores dão conta de que até o OMGPOP teria sido fechado. Caso não saiba, o estúdio está situado em Nova York e foi o responsável pelo Draw Something, tendo sido adquirido há cerca de um ano pelo valor de 183 milhões de dólares.

O triste nesta história é ver tantas pessoas perderem seus empregos, mas tirando este importantíssimo detalhe, acho que ninguém sentirá falta de uma empresa que defende a ideia de que a discussão sobre a criatividade nos games é algo exagerado, então desconfio até que algumas pessoas devem estar soltando fogos para comemorar a derrocada que a criadora do FarmVille está encarando.

Enfim, alguém aí disposto a fazer um bolão para tentar adivinhar quando a Zynga pedirá falência?

[via All Things D, Reuters e Polygon]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários