Meio Bit » Baú » Indústria » Lamento informar mas o Mundo ainda não é Sem Fio

Lamento informar mas o Mundo ainda não é Sem Fio

Não se decepcione, amigo geek, mas o futuro AINDA não chegou. Uma pesquisa mostrou que apenas 15% do tráfego na Internet é mobile. Nosso mundo não é sem-fio.

01/06/2013 às 23:59

Um dos perigos de conviver o tempo todo com tecnologia é achar que todo mundo tem a mesma facilidade de acesso E familiaridade de uso.

comfio

As estatísticas de migração de desktops e notebooks para tablets são um bom indicativo da busca das pessoas comuns por facilidade de uso, muito mais do que portabilidade.

Por ficarmos o tempo todo online, usarmos Google na rua, Foursquare, comprarmos ingresso de cinema, chamarmos taxi pelo smartphone, de vez em quando esquecemos que essa não é a realidade de todo mundo. Meu garçom de estimação tem um Samsung de 7 polegadas, usa direto no bar, mas quando me viu com o iPad falou “que legal, um tablet?”.

A maioria das pessoas não sabe do que seus telefones são capazes, não adianta 50% dos telefones vendidos no mundo serem smartphones, se o uso é restrito a voz e SMS.

isso fica evidente na pesquisa feita pela Kleiner Perkins Caufield & Byers. Eles analisaram o tráfego na Internet, e descobriram que ainda há um longo caminho a seguir. Ainda são mais de 5 bilhões de celulares comuns, versus 1,5 bilhões de smartphones. Nos EUA a coisa ainda está boa, 58% dos aparelhos são smartphones, já no Brasil só 23% dos celulares se enquadram na categoria. Japão, 76% mas eles não contam, vivem 200 anos no futuro.

Isso tudo gera um tráfego, admito, decepcionante. De toda informação na Internet, só 15% é acessada via mobile.

mobilenotyours

Seguindo a tendência isso vai dobrar em um ano, o que é bom, mas não tanto. Esse tráfego ficará concentrada em grandes comedores de banda, como Netflix e outros streamings, usados por uma minoria que tem acesso a velocidades decentes e planos de dados civilizados. Ou seja: quanto mais o mundo muda mais ele permanece o mesmo.

Fonte: RW.

relacionados


Comentários