Meio Bit » Baú » Demais assuntos » Musgo congelado há 400 anos é reanimado e volta a crescer

Musgo congelado há 400 anos é reanimado e volta a crescer

Pesquisadora canadense consegue trazer de volta à vida plantas congeladas há mais de 400 anos

29/05/2013 às 18:31

O musgo do Re-animator

Olha só, parece que o aquecimento global serviu para algo interessante: segundo a pesquisadora Catherine La Farge da Universidade de Alberta, uma amostra de musgo congelada desde a Pequena Era do Gelo (entre 1550 e 1850) voltou à vida depois de ser exposta ao ar e à luz do Sol.

Segundo o processo de datação do carbono-14, a amostra possui entre 400 e 600 anos de idade, e muito provavelmente foi congelada no início do período de queda de temperatura, em meados do século 16. A princípio acreditava-se que as briófitas (o grupo ao qual pertencem os musgos) estavam mortas, mas foi uma surpresa geral quando após triturar o material e colocar em 24 amostras com terra de jardim, após algumas semanas expostas ao ambiente sete delas demonstraram crescimento de filamentos verdes.

É sabido que musgos são plantinhas extremamente resistentes, já que são capazes de sobreviver adormecidas por muitos anos em ambientes inóspitos, mas é a primeira vez que uma amostra tão antiga revive, após séculos enterrada sob o gelo. Os musgos evoluíram a partir das algas e, diferente da maioria das plantas, pode se reproduzir clonando suas células, em que cada uma delas pode iniciar a reprodução de outra planta completamente nova, o que pode explicar essa capacidade de regeneração. "É como se fossem as células-tronco encontradas nos animais", disse a dra. La Farge.

De repente a história do Capitão América preso décadas num bloco de gelo não parece tão absurda assim... 🙂

Fonte: Ars Technica.

Leia mais sobre: .

relacionados


Comentários