Meio Bit » Baú » Games » Desenvolvedores independentes dizem o que acharam do XBox One

Desenvolvedores independentes dizem o que acharam do XBox One

Mostrando um elevado grau de insatisfação, desenvolvedores independentes falam sobre o XBox One.

23/05/2013 às 10:00

xbox-one-joystick_22.05.13-10

Durante a apresentação do PlayStation 4 a Sony levou ao palco Jonathan Blow, famoso desenvolvedor independente que mostrou um pouco do seu atual projeto, o jogo The Witness. Aquilo poderia ser interpretado apenas como uma maneira da fabricante encher linguiça, mas com o passar do tempo ficou claro se tratar da nova política da empresa, que visa dar espaço aos jogos indies.

Mas com o XBox One tendo sido revelado, os jogadores podem estar interessados em saber o que esses estúdios menores pensam do novo console da Microsoft, então os sites Joystiq e Gamasutra resolveram lhes fazer essa pergunta e as respostas podem ser consideradas um tanto preocupante.

No geral os entrevistados se manifestaram do mesmo jeito que boa parte dos jogadores, criticando a maneira como a Microsoft dedicou quase toda a apresentação aos aspectos multimídia do console, como por exemplo Andy Schatz, criador do Monaco e que disse: “Acho impossível responder sobre a apresentação do XBox de um ponto de vista de desenvolvedor: aquilo não foi sobre jogos, foi sobre um set-top-box e qualquer especulação sobre a tecnologia seria provavelmente imprudente.

A mesma opinião foi compartilhada por Martin Pichlmair, da Broken Rules, que sentiu a falta de uma maior atenção aos games e como europeu, disse ter ficado com a impressão de que o XBox One foi pensado basicamente para o mercado norte-americano, além de ter achado todas as funções que não sejam relacionadas a jogos, como navegar na internet, mudar de um filme para TV ou obter informações de um programa, algo irrelevante, já que pode usar um iPad para isso.

Houve ainda aqueles que teceram críticas mais duras, como Philip Tibitoski, da Young Horses, que declarou que como um desenvolvedor o console não representou nada para ele, tendo ficado mais interessado em saber como sua loja virtual funcionará e que a apresentação foi voltada a um público que não gosta de jogos ou Brian Provinciano, da Vblank Entertainment, que disse acreditar que a Microsoft perdeu uma ótima oportunidade de conquistar os gamers e dar o troco na apresentação da Sony. Por fim, temos ainda o caso de Phil Fish, da Polytron, que no melhor estilo Phil Fish, afirmou que tudo não passou de “um gigante monte de m****”, onde os apresentadores falaram por uma hora e não disseram nada.

Todas essas reclamações a parte, alguns game designers como American McGee, da Spicy Horse Games, James Silva, da Ska Studios e Ben Kane, da Going Loud Studios, disseram ter gostado da maneira como o XBox One será a central de entretenimento da casa e que estão ansioso para ver o que será mostrados nos próximos meses, especialmente durante a E3.

Portanto, temos aqui um apanhado da maneira como vários profissionais viram o XBox One e pelo jeito a opinião deles não é muito diferente do que tenho visto algumas pessoas defenderem, eu incluso.

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários