Meio Bit » Internet » Google Chrome agora conversa com você, ou quase isso

Google Chrome agora conversa com você, ou quase isso

Google libera função no Chrome que responde às suas pesquisas usando conversação

22/05/2013 às 13:55

Precisando conversar com alguém? Então procure um amigo ou um psicólogo, pois o Google (ainda) não pode te ajudar com isso. Mas já é possível fazer pesquisas por comandos de voz através do Google Chrome e ouvir as respostas. Tudo bem que a maioria dos resultados ainda é exibida através da trivial lista em texto, mas alguns deles são falados mesmo. Depende da complexidade da pergunta e do idioma. Google, conversa comigo!

O projeto com pesquisas realizadas por meio de comandos de voz data de 2010 e, pouco tempo depois, alguns testes mais precisos começaram a ser realizados com sucesso. Esta novidade tinha sido anunciada na conferência Google I/O.

google-voz / reprodução

Fiz algumas tentativas de buscas, mas os resultados não foram muito animadores. A primeira vez que eu tentei buscar “The nearest drug store” (a farmácia mais perto), o Google realizou a pesquisa usando o termo “Which is bad grammar and which is good?” (algo como “o que é uma gramática boa ou ruim”, claramente tirando uma com a minha cara).

Resolvi falar pausadamente, perguntando quem é Barack Obama. Desta vez, o Chrome, com a sempre simpática voz da mocinha do Google, me respondeu que ele era o presidente dos Estados Unidos (na época), contando um breve relato sobre sua atual gestão e citando o fato de que ele foi o primeiro presidente afro-americano a ser eleito na história do país. Quando perguntei quem era o primeiro ministro do Canadá, a resposta veio em alto e bom som: “The prime minister of Canada is Stephen Harper”.

barack

Tentei apelar: Perguntei, em inglês, qual era a massa atômica do plutônio. A voz surpreendentemente respondeu: 244 u. Legal.

Em teoria, esta pesquisa através de conversação (ou conversational search) consegue identificar vários idiomas, incluindo o Português do Brasil. Todavia, a precisão dos resultados fica pior. Tentei buscar por “Ayrton Senna da Silva”, e o Google buscou por (sic) “airton sena da silva”, sugerindo a correção para o nome do piloto. Quando tentei encontrar a “última versão do Android”, ele identificou todas as palavras e efetuou a pesquisa corretamente (claro!). Como a função de conversação só está disponível em inglês, não obtivemos resultados por voz, apenas texto.

airton

Acredito que sim, ainda há muito para melhorar. Mas este é mais um passo da empresa em busca de melhores interações entre homem e máquina, que é o princípio de qualquer estudo de usabilidade. Poucas empresas tem investido tanto nesta área quanto o Google.

Com informações: CNet

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários