Meio Bit » Baú » Hardware » Que tal um supercapacitor que recarrega a bateria do seu celular em 30 segundos?

Que tal um supercapacitor que recarrega a bateria do seu celular em 30 segundos?

Garota de 18 anos desenvolve supercapacitor que recarrega celulares em 30 segundos, sendo premiada com US$ 50 mil em competição da Intel.

21/05/2013 às 23:03

supercapacitor-by-eesha-khare

A gente falou ontem aqui sobre um rapaz que venceu uma competição da Intel com um novo modelo de Inteligência Artificial que pode reduzir os custos de produção de um carro dirigível em até US$ 71 mil. Louvável.

Fui procurar saber mais sobre os finalistas do evento e descobri que o projeto que ficou em segundo lugar também é muito interessante. Trata-se de um supercapacitor, feito por uma garota de 18 anos, capaz de carregar baterias de celulares comuns em até 30 segundos.

Eesha Khare, que vive em Saratoga, na Califórnia, inventou este dispositivo que foi apresentado à Intel. A empresa considerou a novidade revolucionária, uma vez que o aparelho consegue armazenar uma carga maior que a de artefatos semelhantes e pode ficar dentro das próprias baterias.

Os supercapacitores possuem uma durabilidade considerável, além de extrema eficiência de carga e descarga quando comparadas às baterias comuns. O ponto fraco deste tipo de dispositivo é que eles possuem baixa densidade de energia. É por esse motivo que supercapacitores são usados comumente apenas em equipamentos que precisem de pequenas cargas.

Suas aplicações práticas costumam ser a de fornecer energia suplementar para ignição de veículos, placas eletrônicas, flash de câmeras fotográficas, lanternas, players portáteis e equipamentos de leitura de consumo como o de eletricidade e água.

Como podemos ver no vídeo abaixo, a autora explica que sua invenção utiliza uma nanoestrutura especial que pode armazenar muito mais energia por volume unitário que os supercapacitores tradicionais:

http://www.youtube.com/watch?v=YxDITjBuYr4

Bom, sendo sincero (e baseado no que eu sei sobre supercapacitores), ainda falta muito investimento para transformar este projeto em algo viável comercialmente. De qualquer forma, Khare ficou em segundo lugar na Intel International Science and Engineering Fair de 2013, levando pra casa US$ 50 mil e, com certeza, vários convites de trabalho.

Fonte: Intel via Raw Story.

relacionados


Comentários