Meio Bit » Baú » Indústria » Proprietários, mas gratuitos

Proprietários, mas gratuitos

05/11/2007 às 6:25

Já há algum tempo surgiu um fenômeno bem interessante : Versões gratuitas de bancos de dados client/server proprietários.

O primeiro foi o MSDE - Microsoft Database Engine - A versão gratuita do SQL Server 7.0. O MSDE, porém, não possuia interface gráfica e precisava ser manipulado ou a partir do Enterprise Manager (ferramenta que acompanha uma versão paga do SQL Server) ou a partir do Visual Studio.

O MSDE evoluiu para MSDE 2000 e na versão 2005 do SQL Server mudou por completo para SQL Server 2005 Express.

Em novembro de 2005 a Oracle, que não tinha a menor intenção de ficar para trás, lançou o Oracle Database XE na versão 10g. Com edições para Windows e Linux, o Oracle XE, assim como o SQL Server Express, é gratuito.

Já a IBM foi a última a aderir a esta nova moda, lançando o DB2 Express-C em janeiro de 2007.

Desta forma temos 3 grandes servidores de bancos de dados, proprietários, gratuitos, entre os quais podemos escolher.

Porém a primeira pergunta que todos farão é : Por que limitar a escolha a estes 3 servidores proprietários, por que não incluir os servidores livres como MySQL, PostGree PostGreSQL, entre outros ?

A escalabilidade (não apenas performance, mas suporte a grandes volumes) de soluções de bancos de dados sempre foi uma grande preocupação das empresas. Como saber se estão escolhendo a solução de banco de dados adequada ? Mudar uma solução de banco de dados definitivamente não é algo que se faça todo dia.

Para auxiliar as empresas na escolha do servidor de dados a ser utilizado foi criada uma organização chamada TPC - Transaction Processing Council - com o objetivo de analisar soluções completas de banco de dados. O trabalho basicamente é estabelecer recordes de performance/escalabilidade em uma solução de banco de dados e publicar tais recordes.

Tudo é feito de forma altamente controlada, com inúmeras regras sobre como cada experiência deve ser tratada e publicada. Se isso já não fosse suficiente para que os resultados tenham confiabilidade, então basta observar a página de membros do TPC : Com empresas concorrentes como IBM, Oracle e Microsoft fazendo parte do TPC, isso garante a confiabilidade dos resultados, já que cada concorrente acabará fiscalizando o resultado do trabalho dos demais. Neste ponto um a parte para o fato de que o Cin/UFPE é um membro associado do TPC, mostrando mais uma vez o pioneirismo Pernambucano.

Tudo bem, mas e dai ? Onde o TPC entra nesta história ?

Se analisarmos os top 10 bancos de dados em relação a performance, veremos que Oracle, SQL Server e DB2 ocupam toda a lista, com diferentes edições e variações de hardware e plataforma de aplicações (observando que essa lista muda com freqência).

SNAG-0151

Se analisarmos a lista dos top 10 pela relação preço/performance veremos que apenas o DB2 não aparece, a lista fica dividida entre Oracle e SQL Server.

SNAG-0153

Então, voltando a pergunta, por que limitar a escolha a estes três servidores de banco ?

Resposta simples : Porque, tendo opções gratuitas, são os 3 servidores de banco que melhor oferecem suporte ao crescimento da aplicação. Isso fica definitivamente demonstrado pelos índices TPC. Migrar a aplicação para uma edição do servidor com maior recurso será uma tarefa simples quando a aplicação crescer.

Antes que comecem a pensar em algum tipo de teoria da conspiração contra outros servidores de bancos de dados, é bom lembrar que além de várias notórias apoiadoras do software livre participarem do TPC, alguns dos principais resultados que vocês puderam observar nas imagens acima foram obtidos em sistema operacional Linux.

Existem, porém, dois motivos que poderiam levar a uma escolha de outros servidores de dados (mySQL, PostGree PostGreSQL, entre outros) que não os acima :

- Grande impacto do conhecimento existente na equipe em relação ao TCO (Total Cost of Ownership) da solução

- Sua empresa é uma empresa de desenvolvimento de software, desenvolvem soluções complexas e desejam a liberdade de alterar o código fonte do servidor de banco, assim como o google fez, mas fez para uso interno, não para a ferramenta de busca (http://br-linux.org/linux/google-disponibiliza-suas-melhorias-internas-do-mysql)

Caso em sua análise você não recaia em nenhum dos dois casos acima, não vejo porque não se limitar aos 3 servidores de dados gratuitos - SQL Server, Oracle ou DB2 - na hora de escolher um servidor de dados. Isso porque escolhendo um dos 3, estaremos evitando criar uma limitação ao crescimento das aplicações. É claro que é quase impossível prever qual limitação será essa e se realmente virá a existir um dia ou se o banco escolhido vai dar conta do recado, mas os índices TPC mostram claramente os 3 melhores servidores do mercado e todos os três possuem edições gratuitas.

Então, tendo decidido por escolher entre um dos 3, leve em conta os seguintes pontos para decidir qual escolher :

- Recursos disponíveis na versão gratuita x espectativa de crescimento da aplicação. Todos os 3 são limitados em suas versões gratuitas e essa limitação determinará quando você irá precisar migrar para uma edição paga.

- Custo da versão paga para a qual será necessário fazer a migração

- Conhecimento da equipe de desenvolvimento

- Produtividade da ferramenta (tanto para desenvolvimento como para administração)

Vamos então fazer uma tabela comparativa destes 3 servidores de dados :

SQL Server

DB 2

Oracle

Infra-estrutura

Memória 1GB 2GB 1GB
Processadores 1 1 (dual core) 1
Tamanho do Banco 4 GB (por banco) Ilimitado 4GB (soma total)
Sistemas Operacionais Windows Linux/Windows Linux/Windows

Recursos do Servidor

Busca Textual Sim Não Sim
Ferramenta de Relatórios Sim Não Não
Replicação Sim Não Sim

Por fim, só para dar mais um motivo para brigarem comigo nos comentários : Sem dúvida este é mais um exemplo de como o pioneirismo comercial da Microsoft forçou os concorrentes a aderirem a este recurso, possibilitando que pequenas aplicações dispensem a compra de grandes servidores e ainda assim não sofram horrores se algum dia precisarem ser migradas para um servidor maior.

Para finalizar, seguem abaixo links com informações sobre os 3 servidores :

DB2 Express-C
http://www-306.ibm.com/software/data/db2/express/about.html

Oracle XE
http://www.oracle.com/technology/products/database/xe/index.html

SQL Server Express
http://msdn2.microsoft.com/pt-br/express/aa718378.aspx

Obs : Esta matéria foi inspirada em informações publicadas nos comentários da matéria "Coisas que quase ninguém sabe sobre a Microsoft". Assim como este artigo, outros ainda serão produzidos, os 272 comentários foram muito produtivos. Me adiantando a pergunta : Não, isso não é matéria patrocinada.

relacionados


Comentários