Meio Bit » Baú » Indústria » É a vez do WiMax: Cisco compra Navini por US$ 330 milhões

É a vez do WiMax: Cisco compra Navini por US$ 330 milhões

25/10/2007 às 20:32

Uma grande vitória para as empresas que apostaram no Worldwide Interoperability for Microwave Access (WiMax). A Cisco fechou a compra da Navini, uma empresa especializada em produzir equipamentos (antenas, modems, etc) e software para fazer uso da tecnologia. Com isso a Cisco estará entrando de sola no mercado de infraestrutura sem fio de grandes distâncias.

Ao contrário de um hotspot wireless (802.11a,b,g) que não passa de algumas centenas de metros, o WiMax pode atingir distâncias de dezenas de quilômetros.

Nominalmente, é possível transmitir e receber dados com banda de 70 Mbps a uma distância de 50 km. Mas isso, é claro, em condições perfeitas de tempo, sem obstáculos. Ainda assim, em regiões de difícil acesso e onde uma infraestrutura de cabos seria muito custosa, o WiMax parece atender perfeitamente. A velocidade diminui de acordo com a distância e as dificuldades do sinal chegar corretamente.

E são mercados como China e Índia atraíram a Cisco, que em 2004 não demonstrou interesse na tecnologia. Mas com milhões de consumidores e cada vez mais necessidade no tráfego de dados em alta velocidade, tudo mudou de figura. E porque não, o Brasil, com essa vastidão territorial e locais remotos onde Internet ainda é coisa de ficção científica. Para se ter idéia de uso prático, ela foi usada em áreas de desastre como Nova orleans, após o Katrina e em Aceh, depois da tsunami. Como a infraestrutura de comunicações é a primeira a ser afetada, uma base móvel pode reestabelecer a comunicação com o mundo em grandes distâncias e facilitar os trabalhos de resgate e reconstrução.

Essa notícia é dada apenas alguns meses depois do protocolo 802.16g ser aprovado pela IEEE. Existem várias diferenças fundamentais entre o WiMax e o WiFi, como o Quality of Service (QoS), mas fogem do escopo desse artigo. Os links possuem detalhes técnicos para os interessados.

A America Latina, pasmem, não está excluída e somos um grande alvo mercado. Em 2008, o WiMax Forum, entitade certificadora dos fabricantes, para garantir o atendimento as normas e protocolos, fará um congresso no Rio de Janeiro, para toda a América Latina. Pode ter certeza que o MeioBit vai estar lá para trazer as novidades.

Fonte: ComputerWire via Yahoo news

relacionados


Comentários