Meio Bit » Arquivos » Indústria » Usabilidade é o foco da BlackBerry, diz chefe de software

Usabilidade é o foco da BlackBerry, diz chefe de software

BlackBerry Live: entrevista com Vivek Bhardwaj, chefe do setor de software responsável pelo BB10.

16/05/2013 às 16:22

Ontem conseguimos ter uma conversa com Vivek Bhardwaj, head de softwares da BlackBerry. Ele deve ser uma pessoa de sorte, pois não é todo os dias que se consegue desenvolver um sistema operacional novo, praticamente do zero.

Vivek respondeu perguntas sobre o novo BB10, e o questionei sobre as possibilidades do sistema. Embora um pouco limitado nas respostas, ele se mostrou bem empolgado com a pergunta.

Thorsten Heins, CEO da empresa, demonstrou o BB10 em um Bentley no keynote de abertura do evento.

Thorsten Heins, CEO da empresa, demonstrou o BB10 em um Bentley no keynote de abertura do evento.

Como dito, vi no início do evento, no keynote principal, um lindo Bentley entrar no palco, para demonstrar o BB10 em um sistema automotivo. Vivek disse que automóveis são uma prioridade agora (fora os smartphones), mas que outras coisas podem ser pensadas para o sistema.

O limite do BB10 é infinito, uma vez que é construído sobre QNX (adquirido pela BB recentemente). Um outro exemplo dessa tecnologia pode ser encontrada no Qt, que já foi muito utilizado pela Nokia no MeeGo e que atualmente serve para uma infinidade de coisas, como interfaces para sistemas de aviões.

Perguntei sobre aviões (uma ótima ideia para viagens de negócio, por exemplo), e Vivek disse que é uma possibilidade para a empresa, embora não tenha nenhuma posição oficial a respeito.

Outra coisa que ficou sem resposta foi o futuro do PlayBook, o tablet da marca. Há muitas notícias sobre seu update para o BB10, mas até agora nada foi realmente anunciado, e Vivek também não soube dizer nada sobre ele, embora não tenha dado a entender nada sobre a descontinuação do produto.

A grande preocupação de Vivek, por ser justamente o chefe de software, é a usabilidade. Ele reconhece que são bons no quesito teclado, mas não é só isso que move a empresa (ainda bem, aliás). A experiência do usuário está acima de tudo. Se a pessoa não aprende a mexer em três dias, esqueça, disse Vivek. Usabilidade é tudo.

A interface do BB10, em um fabuloso Bentley

A interface do BB10, em um fabuloso Bentley

“Não somos uma companhia de hardware”, respondeu quando questionado a respeito de uma possível Apple TV. Mobile e conectividade são os destaques e os carros chefe da empresa. Eu, pessoalmente, não vejo a BlackBerry trabalhando com esse tipo de produto, não é nem de perto o foco deles.

Com tantas vantagens e recursos de segurança, porque iriam investir em algo que nem está totalmente consolidado ainda, como o Google TV e a Apple TV?

*Stella Dauer foi ao BlackBerry Live a convite da empresa.

Leia também:

relacionados


Comentários