Meio Bit » Arquivos » Demais assuntos » Maior acionista da Sony pede que conglomerado seja dividido

Maior acionista da Sony pede que conglomerado seja dividido

Principal acionista envia carta ao presidente da Sony Corporation pedindo que o conglomerado seja dividido e atitude levanta dúvida sobre o futuro da empresa.

15/05/2013 às 8:26

money_15.05.13

Talvez tudo acabe sendo minimizado nos próximas dias, mas uma carta enviada por Dan Loeb, CEO da Third Point LLC, a Kazuo Hirai, presidente da Sony Corporation, poderá ter um forte impacto no futuro da empresa.

O problema é que o fundo de investimentos de Loeb detêm 1,1 bilhão de dólares em ações da companhia japonesa, algo que representa 6,5% da empresa, o que os coloca como os principais acionista e no documento o executivo pede que, para aumentar os lucros, sejam vendidos algo entre 15 e 20% da Sony Entertainment, divisão responsável por músicas, TV por assinatura, produção de filmes e séries para televisão.

A Sony Electronics sofreu resultados frustrantes durante a última década, o que foi provocado por pequenas margens de lucro, perdas persistentes e um fraco retorno de capital,” escreveu Loeb. “Como muitos conglomerados em que investimos anteriormente, a Sony possui dois fortes negócios enfrentando diferentes desafios lado a lado, cada um obscurecendo o mérito do outro.

Segundo o executivo, tal medida seria um necessário um investimento de capital na Sony e garantiria aos acionistas que o seu investimento está seguro, mas é um tanto questionável pelo simples fato de que o próprio Loeb se oferece para prestar consultoria à empresa, pedindo inclusive uma cadeira entre os diretores da companhia.

Um detalhe importante é que pela primeira vez após cinco anos a Sony anunciou o fechamento de um ano fiscal com lucro e por isso estou muito curioso para ver como será o desenrolar desta situação, se os demais acionistas ficarão alvoroçados com a proposta da Third Point ou se os japoneses conseguirão cumprir sua palavra e mostrarão que estão em condições de não colocarem a companhia à venda.

[via GamesIndustry.]

Leia mais sobre: , .

relacionados


Comentários