Meio Bit » Baú » Games » WoW na educação das crianças

WoW na educação das crianças

15/10/2007 às 13:41

Há anos se discute a influência dos jogos no comportamento violento das pessoas. Muitos defendem o argumento de que games violentos incentivam o desenvolvimento de uma personalidade explosiva. Mesmo assim, Robin Torres publicou um artigo muitíssimo interessante no WoW Insider, blog que fala sobre o MMORPG World of Warcraft.

No texto, Torres levanta a idéia de se usar o jogo no auxílio à educação das crianças. A idéia parece maluca a princípio, mas possui argumentos plausíveis. O autor afirma através de tópicos como: respeito, independência e trabalho em equipe, que o game possibilita uma socialização que pode ser usada positivamente. Ele diz ainda que jogos online permitem que com a supervisão dos pais, as crianças podem ter mais facilidades em lidar com problemas corriqueiros da vida normal e acabam aprendendo a investir melhor seu dinhiro, fazer negócios, respeitar hierarquia e ter auto-estima. Além de adquirir mais familiaridade com o computador.

A supervisão é importante também por que como todos sabemos, os jogos online estão cheios de pessoas mal intencionadas e ninguém gostaria de ver seus filhos expostos a isso. Embora possa parecer estranho para nós pensarmos em crianças jogando World of Warcraft, saiba que a prática é comum nos Estados Unidos e em muitos casos alguns pais usam o jogo como uma espécie de babá eletrônica. Mesmo que esta babá possa ser qualquer uma das 9 milhões de pessoas inscritas no jogo, daí o risco iminente.

Para Torres esse aprendizado só será alcançado caso os pais saibam traçar um paralelo entre o jogo e a vida real e mostrar aos filhos que sendo uma pessoa boa, ela só tem a crescer e ser bem quista por todos, tanto no mundo virtual quanto no real.

Acho o ponto de vista de Torres interessante e algo a ser discutido. RPGs por essência já são jogos com o foco na formação, principalmente, do caráter dos personagens e se bem administrado, a meu ver pode sim ajudar na educação de crianças. É claro que com limites e cuidado.

Mas que se trata de um assunto polêmico, isso é inegável.

[via WoW Insider]

relacionados


Comentários