Meio Bit » Baú » Games » Após retornar da THQ, criador de Assassin's Creed é demitido da Ubisoft

Após retornar da THQ, criador de Assassin's Creed é demitido da Ubisoft

Bad karma: após retornar da THQ Patrice Désilets, designer criador de Assassins's Creed é sumariamente demitido pela Ubisoft e promete processar a empresa.

08/05/2013 às 9:15

Patrice Désilets

O ano de 2013 não tem sido bom para Patrice Désilets, designer responsável pelos dois primeiros títulos da série Assassin's Creed. Após permanecer por dez anos na companhia, ele se retirou em 2010 para trabalhar na THQ, e estava desenvolvendo um título com o nome provisório de 1666.

Bem, todos sabem o que aconteceu. Durante o leilão da finada empresa, o estúdio THQ Montreal, onde Désilets trabalhava, foi adquirido pela Ubisoft em janeiro e ele voltou para sua antiga casa. Ou assim ele pensou. Alguns meses depois, ele foi parar no olho da rua.

Há duas versões da história. A Ubisoft divulgou uma nota, onde diz que "infelizmente, desde a aquisição (do estúdio), as discussões entre Patrice e a Ubisoft em busca do alinhamento do mesmo com a visão do estúdio foram inconclusivas". E conclui: "Como resultado, Patrice deixou o estúdio. Nosso foco permanece com as equipes que estão trabalhando duro em nossos projetos já em desenvolvimento".

Patrice, entretanto, diz que não foi isso o que aconteceu:

"Ao contrário da nota divulgada, eu fui sumariamente demitido da Ubisoft esta manhã. Eu fui informado pessoalmente, recebi uma nota de demissão e fui escoltado por dois seguranças para fora do prédio, sem poder sequer dizer adeus à minha equipe ou recolher meus objetos pessoais."

Patrice Désilets diz que essa decisão não foi dele, e que vai lutar contra a Ubisoft para defender sua equipe e seu game. Sobre o tal 1666, não há nenhuma informação do que será feito dele. Algumas pessoas ligadas à empresa dizem que seu desenvolvimento foi suspenso.

De minha parte acho que ele todo direito de processar a empresa, mas resta saber qual foi a condição da compra da THQ Montreal. Dificilmente ele conseguirá reverter os direitos do game que desenvolvia para si, e se ele foi realmente limado da Ubisoft dessa forma, temo que sua equipe pode não ter melhor sorte.

Fonte: The Escapist.

relacionados


Comentários