Meio Bit » Baú » Fotografia » O que vem por aí: Animação 3D na TV em tempo real

O que vem por aí: Animação 3D na TV em tempo real

11/10/2007 às 13:19

Nos anos 80 a grande novidade em tecnologia televisiva foi o sistema Mirage. A Globo fez literalmente um carnaval em cima do equipamento, que moldava sinais de vídeo em tempo real em formas como cubos, cones, explosões de pixels e até um pandeiro, criado especialmente para a estréia do sistema no Brasil, durante o Carnaval.

Depois disso tivemos a novidade dos cenários virtuais, hoje tão comuns que se confundem com os cenários reais. Mas essa tecnologia em especial, popularizou algo muito útil até hoje: o posicionamento digital de câmeras.

Surgida originalmente no cinema, a idéia é simples: Um computador guarda, em tempo real, todas as informações da câmera. Posição nos eixos X,Y e Z, distância focal, abertura, velocidade do filme, ângulo, etc. Assim um programa 3D pode , com essas informações, gerar objetos que se mesclariam à cena original, mantendo todas as movimentações físicas da câmera.

Imagine agora o próximo passo lógico: Ao invés de um cenário virtual, um objeto 3D, interativo.

Foi o que a empresa francesa Total Immersion fez. Imagine as possibilidades, aquele maldito Dancing Baby mas em uma versão que pode ser chutado.

No vídeo abaixo da TV Japonesa (acho que isso já basta como alerta) na primeira parte os convidados brincam com aqueles efeitos em tempo real semelhantes aos de câmeras da Logitech, que adicionam máscaras e rostos 3D ao usuário. Na segunda é feita uma demonstração da tecnologia da Total Immersion. Um técnico pilota, com um joystick, um modelo 3D de um helicóptero pelo estúdio.

É muito legal, pois estamos vendo os primeiros usos de uma tecnologia que será tão lugar-comum em 5 anos quanto os efeitos de tela azul.

Fonte: TV in Japan

Powered by ScribeFire.

relacionados


Comentários