Meio Bit » Baú » Games » Após Papo & Yo, Minority volta a abordar tema polêmico em Silent Enemy

Após Papo & Yo, Minority volta a abordar tema polêmico em Silent Enemy

Estúdio responsável por Papo & Yo aborda o bullying em seu novo título, Silent Enemy.

02/05/2013 às 13:45

silent-enemy

Vander Caballero gosta de tratar de temas polêmicos. Após o elogiado Papo & Yo abordar a violência doméstica (sofrida pelo próprio na infância, nas mãos de um pai alcoólatra), seu próximo título, Silent Enemy, fará uma analogia ao bullying.

Ainda sem data de lançamento definida, o game se passará em uma terra onde sempre é inverno, e mostrará a jornada de um garoto aparentemente indígena (novamente o protagonista é de uma etnia não muito utilizada em games; em Papo & Yo o protagonista Quico era mulato, e o pai branco) em busca da primavera. Criaturas homens-corvo sarão a personificação dos bullies, e tentarão impedir a empreitada.

Assim como Papo & Yo era um exorcismo dos demônios interiores de Caballero, Silent Enemy trata das experiências de boa parte da equipe de desenvolvimento, em especial do diretor criativo Ernest Webb. Tanto ele como outros membros aparecem no vídeo mostrando cartazes dizendo que foram vítimas de bullying, e contam como estão usando seus traumas para contar a história do game.

Papo & Yo foi um game muito bom, mas que me deixou deveras incomodado (eu escrevi uma resenha sobre ele aqui); se Silent Enemy seguir a mesma vibe pode firmar a Minority como uma desenvolvedora indie que busca não só fazer o jogador pensar, mas considerar os casos reais que acontecem no mundo todos os dias.

Não há informações de quais consoles receberão o game e a possibilidade dele ficar restrito ao do Ouya foi desmentida, apesar de que Caballero recentemente declarou que a exclusividade pode ser a única saída para os indie games.

Fonte: Kotaku.

relacionados


Comentários