Meio Bit » Baú » Internet » Morte ao REPLY TO ALL. Ou aos usuários

Morte ao REPLY TO ALL. Ou aos usuários

04/10/2007 às 7:21

O trabalho no Department of Homeland Security, a mega-agência criada para combater ameaças terroristas aos interesses americanos foi completamente perturbado ontem.

Um sujeito -vamos chamá-lo de Mr n00b- mandou um email solicitando uma alteração em seu endereço. Só que Mr n00b enviou a mensagem para TODOS os destinatários dentro do DHS. Sim, ele usou o famigerado REPLY TO ALL.

Várias respostas apareceram, trazendo emails privativos, sugestões de que eles não eram suporte, etc. Respondidas via "REPLY TO ALL" também.

Outro usuário, Mr n00b2, sugeriu que seria uma forma excelente "de todos se conhecerem", e aproveitou para perguntar a ALL "como está o tempo aí".

Um monte de gente respondeu (também pra ALL) com fotos, endereços e até telefones de onde estavam.

Outros não gostaram da brincadeira, respondendo "ME TIREM DESSA LISTA!". Pra ALL. Comandos de "UNSUBSCRIBE" também foram enviados para ALL.

Compreensivelmente o servidor caiu.

Um dos membros da lista resumiu bem:

Já posso ver a história na CNN amanhã: O Departamento de Homeland Security teve seu servidor de email derrubado por um grupo de "profissionais" de segurança

A melhor entretanto veio de uma fonte interna:

Deveríamos ser capazes de dormir tranquilos sabendo que esse grupo pode ser uma das linhas de defesa na proteção de nossa nação.

Já tive que sair apagando uma mensagem, quando um sujeito mandou fotos das obras em uma filial da empresa (nada mais interessante que parede e tijolo) em ALTA RESOLUÇÃO, uns 23MB de imagens, para TODOS os funcionários da empresa. Imagine o trabalho do Exchange só replicando esses 23MB para TODOS os usuários.

Só que meus usuários não eram aspirantes a Jack Bauer.

REPLY TO ALL é algo que deveria ser banido. No mínimo. Poder demais na mão de usuários.

Fonte: Wall Street Journal

relacionados


Comentários