Meio Bit » Baú » Hardware » O celular mais barato do mundo

O celular mais barato do mundo

Conheça o Gongkai Phone, o celular mais barato do mundo: apenas US$ 12!

25/04/2013 às 18:00

12_dollar_phone

Essa talvez seja a oferta ideal para as pessoas que só querem celulares que façam apenas ligações, e é uma opção muito mais em conta do que a que apresentamos anteriormente. Pena que você vai ter que ir até à China para encontrá-la, o que pode não compensar muito.

Um turista e hacker chamado Andrew "Bunnie" Huang resolveu fazer uma visita a uma feira de bugigangas da cidade de Shenzhen, quando deu de cara com um celular que custava apenas US$ 12,00. Isso mesmo, doze míseros dólares. Intrigado, ele comprou o aparelhinho e o dissecou, para tentar entender como chegaram nesse valor tão baixo, absurdo até para a China.

12_dollar_phone_insides

Claro, ele não é nenhum primor. Sequer possui parafusos. Todos os componentes estão soldados diretamente à placa, de um jeito que só o McGyver faria funcionar. A bateria sequer possui outra proteção fora a tampa traseira. Sabe o fiozinho solto na foto da placa abaixo? É a antena.

dozendp_9_sm

Entretanto, suas especificações não são tão baixas como alguém pode pensar. O hacker o comparou com um Arduino Uno (eu sei, é covardia, qualquer coisa é melhor do que ele) e o resultado:

specs3

Apelidado de "Gongkai Phone" pelo hacker (gongkai = livre), ele é montado e distribuído localmente e seus esquemas estão disponíveis na internet (só é preciso saber chinês); parece open-source, mas não é; trata-se de um ecossistema próprio. Os componentes mais caros dele, o chip GSM e o amplificador, são vendidos em lotes grandes custando menos de dois dólares. Ele mesmo comprou dois Mediatech MT6250DA por US$ 2,10. Portanto não é surpresa que ambos sofrem embargos no ocidente de modo a proteger o mercado.

Chega a ser curioso um aparelho tão barato, mas é batata que ele não foi feito para durar. Mas por doze dólares, é mais fácil comprar outro do que reclamar que ele pifou. 🙂

Fonte: bunnie:studios via BoingBoing.

relacionados


Comentários