Meio Bit » Baú » Hardware » Pesquisa: Você é um cupim-de-ferro?

Pesquisa: Você é um cupim-de-ferro?

26/09/2007 às 9:09

Houve uma época em que qualquer lixo que se espetasse um drive de 5 1/4 era chamado de computador e conseguia rodar joguinhos em DOS ou Windows 3.11. Com isso um monte de gente se acostumou mal. Então houve o Primeiro Grande Crash, quando descobriu-se que sistemas operacionais de 32 bits não eram tolerantes a hardware de baixa qualidade.

Tolerância aliás zero. A melhor forma de testar a estabilidade de uma máquina era rodar o Windows NT ou tentar instalar o Linux. Se a instalação fosse até o fim, havia uns 90% de chance do hardware estar OK. Mas isso não resolvia o lado do software.

O Windows foi criado com base em pesquisas de sistemas dinâmicos, teoria do caos e o Princípio da Incerteza de Heisenberg. Duas instalações idênticas funcionavam de maneira diferente, independente do observador. O fator principal era o usuário. Não baseando-se no que ele fazia com o computador, mas sua simples existência afetaria os sistemas.

Esse sempre foi o grande problema para quem dá manutenção em computadores. Você com certeza conhece alguém assim. O sujeito que encosta o no micro, aparece uma tela azul. Mesmo se for um Mac. Sei de gente que se depender de mim nunca mais chega perto de um computador, pois olhar para uma máquina é suficiente para travá-la. Não há procedimento que resolva, eles clicam em iniciar, BANG! Erro de alguma DLL que você nunca viu antes. Jogos não entram, periféricos USB não são identificados, sites não abrem.

Será que isso existe em outros campos? Tenho uma amiga que se encostar em um tijolo no dia seguinte descobrirá que tem alergia a tijolos, ou pegou ebola-de-tijolo, ou contraiu tétano de uma farpa imaginária do tijolo, mas não chega aos pés dos equivalentes da informática. Qual será a origem do poder desse pessoal de destruir e desestabilizar qualquer computador apenas olhando? Quem tem o telefone do Mohinder?

relacionados


Comentários