Meio Bit » Baú » Indústria » Intel avança nos embarcados

Intel avança nos embarcados

20/09/2007 às 14:51

Desde a venda da divisão XScale, a Intel vem bolando um plano para dominar a outra parte do mundo: aquela onde predominam processadores ARM, embutidos em MP3 players, iPhones, celulares diversos, carros, geladeiras, equipamentos de som e por aí vai.

O problema é que, fabricando processadores com o núcleo ARM, preciosos dólares eram pagos em licenças. A idéia, óbvia, de utilizar um núcleo x86 nunca deu muito certo porque o número de transistores necessários para essa implementação fazia com que o consumo fosse muito alto, inviabilizando 99% dos projetos.

É claro que desde a criação dos processadores "Core", especialmente os "Core 2", uma das maiores batalhas da empresa foi justamente diminuir o consumo. Era só questão de tempo até que houvesse uma outra "divisão XScale"...

Em abril, a Intel lançou o CE2110, um SoC ( System on Chip ), contendo um núcleo ARM rodando a 1GHz, controladores SATA, USB, PCI, DDR2, vídeo, codecs MPEG2 e H264 e outras firulas. Nada mal... mas o problema das licenças continuava.

Agora, a nova divisão XScale, digo, Digital Home Group, chefiada por Eric Kim, anunciou a produção, já no próximo ano, de uma versão do CE2110 com núcleo x86, possivelmente baseado nos "Silverthorne", de 45nm. O nome do projeto é "Canmore".

Um outro SoC prometido para os próximos anos é o "Tolapai". Assim como o "Canmore", o núcleo será x86, mas com outros periféricos, direcionando-o para o mercado corporativo.

Parece que a ARM vai ter outra grande concorrente para se preocupar e, agora, com um trunfo valioso: a compatibilidade x86.

relacionados


Comentários