Meio Bit » Baú » Games » Intel compra Havok. Agora vai?

Intel compra Havok. Agora vai?

17/09/2007 às 13:25

A Havok é uma empresa que foi criada em torno de uma biblioteca de efeitos físicos muito usada por videogames como BioShock, Half Life 2 e similares. Durante algum tempo pensou-se que Aceleradoras de Física como o produto da Ageia seriam a grande revolução, mas uma mistura de pouquíssimos novos recursos mais a necessidade de um hardware caro (US$200,00), um slot precioso consumido por ele e a sensação de pouco ou nenhum ganho afundaram as esperanças.

Já o engine da Havok é um sucesso. Para os programadores e animadores é um economizador de tempo E um gerador de movimentos bem mais realistas. Uma equação primária para determinar a trajetória de um projétil é mais realista que qualquer animação feita de forma manual, adicione a isso efeitos de atrito, simulações de mola, esqueletos de personagens, texturas e temos uma ferramenta perfeita para gerar mundos virtuais realistas.

Abaixo um vídeo de demonstração do Havok.

O problema é que isso come CPU. Muita CPU. Será que a Intel está interessada em criar um chip e portar para ele o Havok?

Talvez não. Um comentarista do Slashdot parece ter resolvido o mistério:

As CPUs com vários núcleos de hoje em dia são muito mal-aproveitadas. A maioria dos programas ainda as usa como se fosse CPUs únicas, então no máximo o sistema operacional está fazendo uso de mais de um núcleo. Pois é, seu lindo QuadCore está rodando o jogo em 100% de CPU em um dos núcleos, os outros três estão jogando porrinha, lendo Orkut ou seja lá o que as CPUs façam quando estão ociosas.

Otimizando o Havok para CPUs Intel, está garantido um ganho de performance significativo. Imagine os desenvolvedores dos jogos podendo dispor de uma biblioteca que além de otimizar efeitos via simulações de Física, ainda funcione em CPUs multicore, liberando a CPU "principal" para o jogo. É um presente dos deuses.

Como fica a AMD nisso? Bem, se eu fosse a Intel diria "ema ema ema, cada um com seu problema".

Fonte: Slashdot

relacionados


Comentários